Negócios em Foco

Quatro em cada dez pessoas acreditam que a tecnologia já prejudicou seus relacionamentos, aponta pesquisa


São Paulo 03/06/2020 14h29

Segundo o relatório Visual GPS, da Getty Images, sensação de que a própria vida não é tão boa quanto as de outras pessoas aumenta nas gerações mais jovens

iStock

Quatro em cada dez pessoas da América do Sul acreditam que o uso da tecnologia já prejudicou seus relacionamentos, de acordo com uma nova pesquisa da Getty Images. O estudo da líder global em comunicação visual também aponta que, ao usar mídias sociais, 47% dos entrevistados da região geralmente sentem que suas vidas não são tão boas quanto as de outras pessoas.

Esse número aumenta nas gerações mais jovens dos sul-americanos, mostra o relatório denominado “Visual GPS”. Enquanto 30% dos Baby Boomers responderam que sentem a autovalorização da própria vida diminuir em comparação com a de terceiros ao usar mídias sociais, os dados aumentam para 40% na Geração X, 55% nos Millenials e 63% na Geração Z.

Por conta dessas e outras consequências, a atenção para a quantidade de tempo gasto em mídias sociais cresce. Ainda segundo a pesquisa, 35% dos respondentes da América do Sul dizem usar dispositivos de tecnologia para se lembrar de desconectar e diminuir o tempo de utilização.

O estudo Visual GPS foi realizado pela Getty Images em parceria com a YouGov, empresa de pesquisa de mercado global, e realizada com mais de 10 mil consumidores e profissionais, sendo 1.555 da América do Sul. Foram abordados temas como tecnologia, sustentabilidade e bem-estar para oferecer insights que ajudam clientes da empresa em suas estratégias.

“Vivemos em um mundo cada vez mais visual. Ter uma imagem, vídeo ou ilustração perfeita pode significar a diferença entre conectar-se ao seu público ou simplesmente ser ignorado”, disse Ken Mainardis, vice-presidente sênior de conteúdo da Getty Images.

"Pode ser difícil escolher o conteúdo visual que será mais relevante para o consumidor-alvo, a menos que você entenda o que é importante para seus clientes e o que impulsiona a tomada de decisões. Esse é o problema que o Visual GPS procura resolver", continuou.

O lado positivo da tecnologia também foi abordado. Segundo a pesquisa, 91% dos entrevistados na América do Sul acham que ter um celular ajuda a ficar conectado com o que acontece no mundo.

Ainda na região, 86% acreditam que a realidade virtual abre portas para experiências que não seriam possíveis de outra forma, enquanto 86% disseram que a tecnologia ajuda a se conectar a pessoas com quem se importam.

Inteligencia artificial e segurança

Dados do Visual GPS mostram que os sul-americanos são os menos reticentes em relação à inteligência artificial. Apenas 28% ficam nervosos com o tema. Já na Ásia e Pacífico, são 39%, enquanto o número cresce para 42% na Europa e para 54% na América do Norte.

A região também é a que menos se preocupa com uma potencial grande falha de segurança que cause exposição de dados ou cyber-ataque no País. São 63% contra 68% na Europa, 73% na Ásia e Pacífico e 76% na América do Norte.

Na América do Sul, porém, 95% acreditam que as empresas têm de provar que estão comprometidas com a proteção da privacidade e dados do usuário. O numero é maior que o registrado na Europa, com 85%, Ásia e Pacífico, com 88%, e América do Norte, com 89%.

Sustentabilidade

O estudo Visual GPS, da Getty Images, também abordou temas como sustentabilidade, bem-estar e realidade. Os dados revelam que a preocupação dos habitantes da América Latina em relação ao meio-ambiente são maiores que os de outras regiões do planeta.

De acordo com o relatório, 97% dos sul-americanos acreditam que o jeito que o planeta é tratado hoje terá grandes impactos no futuro. O número é o maior das quatro regiões pesquisadas, sendo que a América do Norte, com 88%, tem os menores.

As regiões mantêm a relação de maior e menor porcentagem em preocupação com os oceanos, 93% contra 84%, e preocupação com a poluição do ar, 94% contra 77%. Na preocupação com a qualidade da água, a América do Sul também lidera, com 95%. A Europa registra 69%, o menor número.

Em ações sustentáveis, a América do Sul tem o maior número de pessoas que dizem tentar reduzir a utilização de plásticos: 86%. A região fica em segundo em pessoas que buscam sempre reciclar, com 75% frente os 81% da Europa, e que visam reduzir a sua emissão de carbono, com 68% contra os 72% da Ásia e Pacífico.

Ainda na região, 58% disseram que só compram produtos de marcas que se esforçam para ser mais sustentáveis, enquanto 49% admitem que deveriam ligar mais para o meio-ambiente, mas colocam a conveniência própria em primeiro lugar.

Bem-estar

Nas perguntas relacionadas ao bem-estar, a pesquisa aponta que os sul-americanos mostram foco em cuidar de si próprios mentalmente e procurar maneiras de celebrar os bons acontecimentos da vida. As duas categorias registraram 94%. Achar importante falar sobre saúde mental obteve o mesmo número.

As atividades preferidas para manter o bem-estar, segundo dados do Visual GPS, são reunir-se com amigos e familiares (78%), praticar esportes ou exercícios (64%) e comer de forma saudável (58%). Já nos fatores que mais irritam os moradores da região estão falta de honestidade (59%), falta de igualdade (53%) e falta de paz e de preocupação com o meio ambiente, ambos com 45%.

Realidade

Em outra categoria da pesquisa, realismo, os sul-americanos registraram 84% de participação em causas que promovem mudanças, enquanto 57% fizeram um post em prol de uma causa em redes sociais e 53% fizeram uma doação financeira para uma causa.

Dois em cada dez na região boicotaram uma marca que foi contra os seus valores, e 39% disseram que passaram a comprar produtos de uma marca que apoia uma causa em que acreditam.

Em outra descoberta dessa categoria, oito em cada dez sul-americanos querem saber o que se passa nos bastidores do processo de criação de um produto, um número maior do que as outras quatro regiões pesquisadas.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com