Negócios em Foco

Imposição de taxas abusivas: O grande dilema dos aplicativos de entrega


São Paulo 05/10/2020 16h46

Sem cobrar nada para o cadastro de estabelecimentos, rede de franquias prestes a ser lançada oferece condições favoráveis à todas as partes envolvidas no negócio

Com o rápido avanço do mercado de aplicativos de entrega no Brasil, empresas e startups não estão dando conta de aprimorarem suas tecnologias que de maneira geral carregam consigo algumas limitações, e a principal delas, que é a imposição de taxas abusivas, tem sido a grande queixa por parte não só dos estabelecimentos, como também dos entregadores.

“Temos que cada vez mais abrir o mercado e tentar acabar com esse oligopólio para que ninguém fique refém de aplicativos de entrega e sim para que operem em parceria. Estamos preparando o lançamento de um app de logística urbana já abrangendo melhores condições à todas as partes envolvidas no negócio”, conta Julie Ane Guimarães, diretora executiva da Neo Delivery.

Sem cobrar nada para o cadastro de estabelecimentos, a Neo Delivery chega para fomentar o mercado nas cidades em que já estão aptas para iniciar as atividades junto aos franqueados. “Sem a cobrança, cada comércio – que, com a gente, vai muito além da alimentação, podendo agregar lojas de vestuário, farmácias, escritórios para envios de documentos e tudo que couber em uma moto, se sente mais à vontade para comercializar a linha de produtos que desejar em nosso marketplace ou somente utilizar o serviço de delivery”, explica.

A franquia de aplicativo de entrega via motofrete, está prestes a ser lançada inicialmente em São José do Rio Preto (SP) – unidade piloto, e posteriormente nas cidades onde já conta com franqueados, tais como: Ribeirão Preto (SP), Rondonópolis e Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Natal (RN), Teresina (PI), Governador Valadares, Londrina (PR) ) e São Luís do Maranhão (Maranhão).

A rede atua por meio de um aplicativo para smartphones e desktops. Usuários espalhados em todo o território nacional se beneficiam do serviço de motofrete de tudo que pode ser transportado sobre uma motocicleta à preços e estimativa de tempo de entrega diferenciados do que é praticado no mercado. Os clientes podem solicitar através do aplicativo, coleta e entrega, ou apenas entrega, dos mais variados tipos de mercadoria

“Os motofretistas têm a sua devida valorização em nossa plataforma, já que é entendido por nós como peça-chave para um processo de entregas eficiente e rentável. O valor mínimo de uma corrida é de R$5,50, e o percentual da quilometragem rodada mais as variáveis da precificação dinâmica que a Neo disponibiliza. Com isso, 80% do valor é integralmente destinado aos profissionais. Nossa logística, que também envolve processos de capacitação, proporciona a todos esses microempreendedores um desenvolvimento muito importante”, conta Julie.

O grande diferencial da Neo Delivery para os motoentregadores é que além de trabalharem com rotas otimizadas, podendo pegar mais de um produto fazendo o mesmo caminho, o que otimiza o tempo de entrega e faz com que eles faturarem mais e economizem combustível, é a capacitação que recebem dos franqueados da rede. O treinamento engloba conteúdos relacionados à direção defensiva e cuidados no trânsito, atendimento ao cliente, como ser um empreendedor – até porque eles são parceiros de negócios e a Neo Delivery os incentiva a serem MEI (Microempreendedor Individual) e, traz, entre outros temas, dicas como, por exemplo, sobre manutenção de motos, tudo visando bem-estar e segurança no trabalho dos entregadores. A própria plataforma de entrega que eles utilizam oferece benefícios para quem entregar mais e em menor tempo.

Já para o estabelecimento que se tornar parceiro, está o fato de não haver investimento para se cadastrar, sendo apenas necessário pagar pela corrida que for solicitada junto à plataforma. Não há plano mensal e todos os usuários usam a plataforma quando quiserem, sem contrato de fidelidade com nenhuma das partes. Além disso, parceiros podem optar ou não pela opção “Marketplace” – os estabelecimentos podem escolher por não realizar as entregas pela plataforma, utilizando seus próprios fornecedores para isso. A comissão paga à plataforma pelo parceiro nesta modalidade é bastante atrativa. O estabelecimento parceiro também não precisa se preocupar com a aquisição de máquinas, pois a Neo Delivery disponibiliza formas de pagamento que facilitam muito e evitam que o moto entregador não tenha que voltar no estabelecimento para deixar a máquina após as entregas.

A Neo Delivery tem como objetivo principal inserir no mercado um serviço com custo-benefício justo fazendo valer a comodidade de receber a encomenda no local e hora mais apropriados para a necessidade do momento num tempo cada vez mais reduzido e, por outro, gerar demanda para os profissionais motos entregadores. Sendo assim otimiza a rotina diária das pessoas ao oferecer uma solução que reduz os riscos dos estabelecimentos e gera demanda de trabalho para o empreendedor motofretista.

Sob a gestão administrativa da franqueadora Neo Franchising, a Neo Delivery tem como expectativa realizar cerca de 300 mil entregas por mês em toda a rede e fechar parcerias inicialmente com 3 mil estabelecimentos em todo país. A empresa espera ainda finalizar o ano com 40 unidades, atingindo faturamento de R$ 7 milhões em transações na plataforma. A expansão da rede acontece em todas as regiões do país com foco nas capitais, regiões metropolitanas e cidades estratégicas - de 250 a 700 mil habitantes. Para quem tem interesse em se tornar franqueado, a rede oferece investimento inicial a partir de R$ 57 mil, dependendo da densidade demográfica da região e possibilidade do trabalho ser executado em modelo home office.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com