Negócios em Foco

Treinos diários, marmitas e vida social zero: a dura rotina dos atletas fitness


São Paulo 12/01/2019 08h33

Como se Tornar um Fisiculturista: Marcelo Santos

Marcelo Santos

Se treinar duas horas por dia de segunda a segunda e se alimentar de forma regrada e restrita já é difícil para a maioria das pessoas, imagina abdicar de sua vida social e ir a casamentos e aniversários de amigos só se for munido de uma marmita? Difícil. Mas não impossível. Até porque para ser um atleta fitness e participar das competições de fisiculturismo não há outra opção a não ser seguir essa dura rotina. No início do mês, o Eu Atleta foi ao Arnold Classic conversar com fisiculturistas e tentar entender a filosofia “No pain, no gain” (ou, em tradução livre, “Sem dor não há resultados”) seguida por eles

Habitante do mundo fitness há 29 anos, Marcelo Santos treina duas horas por dia e faz sete refeições a cada duas horas e meia. Para se manter na linha, ele conta com a ajuda de atletas profissionais .

Sorriso e força: fisiculturista amputado dribla dores com próteses para vencer

- A nossa rotina consiste basicamente em uma alimentação rica em proteínas. Quando comecei, minha casa virou um celeiro de atletas. Todos seguem a mesma metodologia, menos a minha mãe, que fica só com a parte da cozinha - conta, aos risos.

Restaurante para ele só se for para comer sushi ou carne, assim mesmo, raramente. Sair à noite, apenas três ou quatro vezes por ano!

- Quando saio também... é daquele jeito - brincou.

Marcelo admite que não é nada fácil não poder levar uma vida “normal”, mas acredita que todo esforço vale a pena quando se tem um objetivo maior.

- A vida social faz falta, mas é necessário para ter sucesso no esporte. Nada vem de graça. Fisiculturismo é uma religião. A penitência da perfeição é a prática - afirma.Batata doce emagrece? Cozinhá-la na água é a melhor forma para sua dieta

- O fisiculturismo requer estilo de vida próprio para alcançar a grande exigência de elevado conteúdo muscular e baixíssimo percentual de gordura. Eles elevam muito a ingestão de proteína, limitam a utilização de carboidratos e utilizam os "complexos" como batata doce, arroz integral e macarrão integral, no lugar de frutas e carboidratos refinados. Utilizam "gorduras boas" e não comem frituras ou doces. As dietas não possuem grande variedade alimentar, grupos lácteos também são excluídos. Fazem muitas refeições ao longo do dia, pois para ocorrer a hipertrofia e aumentar a massa muscular, é preciso comer proteínas várias vezes ao dia.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com