Negócios em Foco

Minas recebe encontro de Cabalistas em Janeiro


Carrancas 17/12/2018 21h04

A Reencarnação, a Ressureição e Vidas Passadas discutidas sob indícios da sua existência

Rabino Joseph Saltoun

Ainda existem muitas pessoas que pensam que a Reencarnação é quando a alma sai de um corpo que faleceu e encarna em outro que acabou de nascer. O significado da Reencarnação é muito maior do que esse pensamento, e tem sido estudado há milhares de anos por diversos segmentos filosóficos e religiosos.

Nos dias 25, 26 e 27 de Janeiro de 2019 a Pousada Além das Formas estará realizando o 2º Retiro ao Espírito da Cabalá. Neste encontro, cabalistas e iniciantes receberão esclarecimentos sobre os temas Reencarnação, Ressurreição, Longevidade e Vidas Passadas, com o Mestre da Sabedoria da Cabalá Rabino Joseph Saltoun.

De acordo com estudos sobre este tema, nós somos seres formados de matéria e de espírito. Existe uma porção do Ser que é capaz de subsistir após a morte do nosso corpo físico, e ela pode ser chamada de espírito, alma ou consciência.

A morte do corpo físico não significa “a morte da alma”, pois a alma pode associar-se a outros corpos sucessivamente para fins específicos, como para maior autoconhecimento, evolução ou para anular um carma, por exemplo.

ORIGEM DO CONCEITO DE REENCARNAÇÃO

Heródoto, historiador grego do século V a. C. talvez tenha sido o primeiro estudioso a documentar conceitos de Reencarnação. Segundo ele, a Reencarnação faz parte da doutrina egípcia, que afirma que a reencarnação ocorria exatamente no momento da morte física, que o corpo reencarnava em um ser que estivesse nascendo, podendo ser uma criatura da terra, água ou ar. Segundo a sabedoria egípcia todas as almas percorriam todas as criaturas em um percurso de 3 mil anos.

Pitágoras, filósofo e matemático grego nascido em 570 a.C. também defende com caráter filosófico a lógica da Reencarnação que hoje é base para diversas religiões e filosofias modernas. A Ressurreição é o elemento chave que liga e faz parte das religiões do Antigo Egito, do Hinduísmo, do Budismo, do Culto de Tradição aos Orixás (africano), dos Cultos Indígenas, da Cabala, do Espiritismo e suas dissidências.

No Brasil, a doutrina mais presente que defende a existência da Reencarnação é o espiritismo. Segundo Allan Kardec, decodificador do Espiritismo no mundo, a Reencarnação é um processo obrigatório e sucessivo, a alma vai reencarnando até se tornar um espírito puro. Segundo Kardec, a Reencarnação é a oportunidade que a alma tem de melhorar, aperfeiçoar-se intelectualmente através do trabalho e estudo e moralmente através do amor ao próximo e da caridade. Para o espiritismo, a reencarnação é uma prova da justiça de Deus, que dá diversas oportunidades para o espírito se aperfeiçoar ao invés de mandá-lo para o céu ou para o inferno em uma atitude maniqueísta.

A REENCARNAÇÃO NO JUDAÍSMO

Com o nome de Transmigração de Almas (em hebraico Guilgul Neshamot), todos os praticantes do judaísmo, especialmente as correntes ortodoxas, como o hassidismo e cabalistas acreditam que, após a morte, a Alma reencarna numa nova forma física. O conceito da reencarnação consta nos livros Sefer-Há-Bahir (Livro da Iluminação) e no Zôhar (Livro do Esplendor). Ambos atribuem grande importância à doutrina da Reencarnação, usada para explicar que os justos sofrem porque pecaram em uma vida anterior. Nele, o renascimento é comparado a uma vinha que deve ser replantada para que possa produzir boas uvas.

Por mais que a Reencarnação tenha sido estudada através dos tempos, ainda não existem provas concretas e científicas que garantem a sua existência. Entretanto, existem diversas evidências como o estudo feito pelo psiquiatra Dr. Ian Stevenson, da Universidade da Virgínia, Estados Unidos. Ele recolheu dados durante 40 anos sobre mais de 3000 casos que evidenciam a Reencarnação no todo o mundo com resultados foram bem expressivos, todos feitos com crianças. Os estudos foram feitos com crianças, pois é nesta idade (entre os 2 e 6 anos) que aparecem as maiores evidências e histórias de casos de Reencarnação. Quando a história contada pela criança sobre sua vida passada não é levada a sério, a criança esquece-se ou o cérebro bloqueia estas lembranças.

SINAIS DE QUE VOCÊ JÁ PASSOU POR UMA REENCARNAÇÃO

A Reencarnação é uma crença presente em diversas religiões, mas encontram divergências de acordo com o local onde se vive. É um tema polêmico e mesmo nas religiões milenares e ancestrais não se encontram provas lógicas de sua existência, mas os indícios são muitos. Seja como for, os indícios da reencarnação são semelhantes nas diversas religiões que acreditam nela.

Medos e atitudes inexplicáveis, Déjà Vu, sonhos recorrentes, lembrança de um lugar que você nunca conheceu, marcas de nascença, empatia e altruísmo, sentimento de alma velha, são alguns dos principais sinais de que você já reencarnamos neste planeta.

Medos e atitudes inexplicáveis

Existem medos e fobias que não têm qualquer explicação lógica: por exemplo, medo de água sem nunca ter passado por sensação de afogamento, ou medo de escada sem nunca ter caído de uma. Esses medos e atitudes inexplicáveis podem ser resultado de um problema ocorrido na vida passada, uma alma que morreu afogada pode reencarnar e trazer esse medo para o novo Ser reencarnado.

Deja Vuu

A sensação de “eu já vi essa cena antes” ou “eu já vivi esse momento” não possuem qualquer explicação científica, então acredita-se que isso acontece quando estamos enfrentando uma situação que já vivenciamos em uma vida passada, e assim tem uma experiência através do tempo lembrando-se de algo que aconteceu em outra vida.

Sonhos recorrentes

Muitas vezes temos um sonho recorrente, sem qualquer explicação lógica para ele. Pode ser um sonho completo que volta e meia você sonha, ou algum elemento presente em diferentes sonhos. Esse elemento pode ser uma pessoa, um lugar, um animal, um objeto, qualquer coisa. Pode ser também alguém de uma vida passada que está tentando te dizer alguma coisa importante e você precisa decifrar o sonho, como ainda não conseguiu ela continua retornando com a mesma mensagem via sonho.

Lembrança de um lugar que você nunca conheceu

Você vai algum lugar, ou vê fotos ou um vídeo de um lugar que nunca esteve, e esse lugar parece familiar. Você nunca o tinha visto antes, mas sente ali um conforto, um acolhimento, como se já tivesse morado por ali, como se ali pudesse ser o seu lar. De fato pode ter sido em vidas passadas. O sentimento de pertencimento e muitas vezes as lembranças de alguns fatos sobre aquele lugar (que você tem certeza que nunca viu leu em lugar nenhum) também podem ser sinais de reencarnação.

Marcas de nascença

Algumas religiões creem que a marca de nascença tem relação com a morte que a alma teve em outra vida. Há pessoas que nascem com marcas semelhantes a tiros ou a marcas de facas ou machados, por exemplo, e então dizem que a marca de nascença revela como essa pessoa morreu. Muitas vezes duas almas que conviveram podem se reconhecer através da marca de nascença.

Empatia e altruísmo

Por absorver muito mais os sentimentos alheios, pessoas empáticas, assim como as altruístas (que se doam para ajudar os demais) têm grandes chances de ter uma alma mais evoluída.

Isso significa que você já reencarnou algumas vezes e que já experimentou tantas emoções e dificuldades que amadureceu espiritualmente.

Sentimento de alma velha

Você tem a impressão de que as pessoas da sua idade fazem muito mais coisas que você? Você se sente um idoso em um corpo jovem? Esse pode ser um sinal de reencarnação também.

Você pode estar cheio de conhecimento e de experiências de vidas antigas e, por isso, não consegue acompanhar o ritmo de seus amigos.

RENASCIMENTO, REENCARNAÇÃO e RESSURREIÇÃO

A morte em si causa desconforto para a maioria das pessoas. Pensar que a morte não é o fim, mas o processo contínuo de uma longa jornada promove esperança e tranquiliza sentimentos.

Nascer, renascer e nascer de novo, até aprender tudo o que há para conhecer. Essa é a crença de inúmeras religiões espiritualistas, que acreditam na imortalidade da alma.

Segundo a Filosofia existem três formas de uma alma retornar à existência: renascendo, reencarnando e ressuscitando. Mas, cada uma delas refere-se a uma ocorrência diferente do espírito ou do corpo físico.

Tanto no Renascimento, quanto na Reencarnação ou na Ressurreição, o espírito retorna à vida como ser humano. Diferente da Metempsicose, onde o espírito pode voltar na forma de planta, bicho ou pessoa.

Na Reencarnação o indivíduo nasce "novamente" inúmeras vezes, em situações diferentes da vida humana. Assim, ele vivencia experiências modificadas, de acordo com sua capacidade de assimilação e vai evoluindo espiritualmente até atingir o "nirvana da alma".

Já a ressurreição vem da palavra "ressurgir", que significa estar vivo novamente. É uma crença bastante antiga baseada da imortalidade ou na longevidade do corpo e da alma.

Muitos Alquimistas antigos acreditavam que era possível manter-se imortal através do Elixir da Longa Vida. Ou, até mesmo, no ato de "voltar à vida", fazendo uso de poções mágicas e encantamentos.

No Egito Antigo, o espírito poderia retornar à carne, desde que essa estivesse preservada. Por isso, os egípcios embalsamavam seus mortos, acreditando no poder da ressurreição do corpo físico.

A crença em outra vida ou numa vida após a morte, também pode estar presente entre os Fundamentalistas, os Cientologistas ou os Cientistas, que baseiam seus estudos em fatos históricos ou análises científicas.

Independente de cada ideologia ou crença é importante para o ser humano acreditar numa possibilidade além do fim pela morte física. Senão, de que valeria lutar pela continuidade da vida?

A Ressurreição é um tempo de recompensa. A Reencarnação um tempo de reparar.

A Ressurreição é um tempo de colher. A reencarnação um tempo de semear.

A REENCARNAÇÃO E A RESSURREIÇÃO SEGUNDO A CABALÁ

O fato de que a Reencarnação seja parte da tradição judaica é surpresa para muita gente. Apesar disso, é mencionada em numerosos locais em todos os textos clássicos do misticismo judaico, começando com a preeminente obra da Cabalá, o Zohar.

Se alguém é mal sucedido no seu propósito neste mundo, o Eterno, Bendito seja, o desenraiza e planta mais e mais vezes. (Zohar I 186b)

Todas as almas estão sujeitas à reencarnação, e as pessoas não conhecem os caminhos do Eterno, Bendito seja! Eles não sabem que são trazidos perante o Tribunal, antes de entrar neste mundo e depois de tê-lo deixado; são ignorantes das muitas reencarnações e obras secretas que têm de passar, e do número de almas nuas, e quantos espíritos nus vagam no outro mundo, incapazes de entrar no véu do Palácio do Rei. Os homens não sabem como as almas se revolvem como uma pedra atirada de um estilingue. Mas está aproximando-se a época a em que estes mistérios serão revelados. (Zohar II 99b)

A Cabalá é uma sabedoria espiritual universal. Universal no sentido de que seus ensinamentos são válidos para qualquer pessoa, assim como as leis da física são universais porque são válidas no universo inteiro.

Contudo, é válido afirmar que a Cabalá é a base espiritual do judaísmo. Todas as práticas judaicas têm como base ensinamentos cabalísticos, como revelou no século XVI Rabi Isaac Luria, conhecido como o Ari.

Os principais livros de Cabala são o Zohar, escrito por Rabi Shimon Bar Yochai, e os Escritos do Ari, de Rabi Isaac Luria. As afirmações do Zohar e do Ari sempre são baseadas em algum versículo da Torá, dos Profetas ou das Escrituras Sagradas.

Tanto o Zohar quanto o Ari falam de reencarnação. O Zohar, na porção de Mishpatim, discute extensamente o assunto. Rabi Isaac Luria escreveu um livro inteiro a respeito, chamado Portões da Reencarnação. Sendo assim, definitivamente o judaísmo acredita em Reencarnação.

Não é possível entender a Cabalá sem acreditar na eternidade da alma e suas reencarnações

(Rabi Arieh Kaplan)

A Pousada Além das Formas está situada na cidade de Carrancas, que fica ao Sul do estado de Minas Gerais. Ainda há vagas para o evento e as informações como pacotes, programa do evento, e inscrições, podem ser obtidas pelo site www.pousadaalemdasformas.com.br ou pelo telefone 35 3327 1253.

Sobre o Rabino Joseph Saltoun

Joseph Saltoun, Rabino, escritor e estudioso espiritual, é um dos principais guias do estudo da Cabalá em nossos tempos. Em 1982, aos 22 anos de idade, ele foi iniciado nesta Sabedoria Divina.

Desde então, ele tem ensinado em muitos países, e ao mesmo tempo escrevendo e publicando livros em diferentes idiomas. No Brasil dirigiu o Centro de Estudos de Cabalá, SP, nos anos 1997-2004.

Atualmente, reside no Canadá e viaja o mundo passando seus ensinamentos espirituais da Kabbalah aos grupos de estudos.

Livros publicados:

Kabbalah e Prosperidade – A arte de viver uma vida próspera e sustentável; Nos Passos do Hebreu – Uma viagem ao Egito, Jordânia e Israel ao espírito da Cabalá;

O Despertar da Consciência; Portal das Reencarnações; Orações Cabalistas, a Arte de Orar segundo a Cabalá; Reencarnação; Árvore da Vida; A Kabbalah e as Chaves Secretas do Universo; Áudio da Prosperidade; Hagadá de Pêssach; Alma Gêmea (áudio); Astrologia – A Arte de Viver Bem (apostila)

loja virtual: http://www.josephsaltoun.com.br/loja

O Rabino Joseph Saltoun estará no Brasil entre os dias 16 e 31 de Janeiro de 2019. Os colegas da imprensa que queiram entrevistá-lo e tenham interesse em fazer a cobertura do evento, poderão entrar em contato com Fernando Luigi 35 99153 1100 ou pelo e-mail cabalanews@gmail.com.

Fotos: Divulgação

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com