Negócios em Foco

Ensino remoto: o estágio na formação docente contemporânea


São Paulo 06/08/2020 15h45

Durante todo o pandemônio educacional que o Brasil se encontra, ainda é possível vislumbrar grandes oportunidades de aprendizados

Futuros professores estagiários do Instituto Singularidades nas escolas públicas enfatizam os benefícios adquiridos com a educação em período de isolamento social.

Com a regulamentação do MEC para a realização dos estágios (remotos) nos cursos do ensino superior enquanto durar a pandemia, foi possível aos alunos do curso de Letras do Instituto Singularidades desenvolverem um novo formato de estágio, com recursos tecnológicos e interativos que colaboram para que os alunos de escolas da rede pública estudem e aprendam conteúdos literários do ensino básico e ensino médio, como um curso preparativo para a prova do Enem.

“Pensamos os estágios de maneira que nós pudéssemos exercer de fato à docência. Tanto no planejamento das aulas, como nas metodologias utilizadas. Pensamos numa abordagem multimodal, pelo qual os conteúdos pudessem ser acessados pelos alunos de forma assíncrona, mas que não perdesse o dinamismo e fosse descontraído”, conta a aluna Gabriela Queiroz, do 3º ano de Letras.

Gabriela e mais um colega de curso criaram o canal Multi.Estagio no Instagram onde os alunos do 2º e 3º ano da Escola Elias Zugaib, em Poá, acompanham semanalmente as aulas com foco nas questões do Enem. “Nossas aulas são interativas e muito dinâmicas. Utilizamos muitos memes, figurinhas (stickers e gifs), enquete, música e vídeos. E ainda temos junto aos alunos um grupo de whatsapp para avisá-los quando tem conteúdo novo postado no Instagram”, conta Gabriela.

“Os estagiários estão sendo muito efetivos nesse período de isolamento e ensino remoto. Eles têm organizado aulas com didáticas interessantes, e os alunos estão dando um retorno muito positivo”, conta a professora de Língua Portuguesa, Priscila Abreu da Silva Souza, da Escola Professor Elias Zugaib.

Para os alunos estagiários do Instituto Singularidades, a possibilidade do trabalho remoto está capacitando-os para uma formação docente contemporânea. “Tivemos uma abertura muito grande de novos recursos. A liberdade de produzir conteúdo e desenvolver esse mesmo conteúdo com base nas metodologias e didáticas que façam maior sentido para os alunos, impacta diretamente na formação deles também”, diz Gabriela.

Na opinião de Marcos Xandú, estudante do 2º ano de Letras e que atua como estagiário junto aos alunos de 9º ano do Instituto Sol na disciplina de formação literária, a possibilidade do trabalho remoto fez com que quebrasse preconceito com o ensino a distância. “O preconceito acabou, quando me vi tendo que desenvolver um plano de aula e fazê-lo acontecer, pensando em todos os imprevistos possíveis. Durante as aulas, conversamos com os alunos, o retorno que eles nos dão é que estão satisfeitos com a metodologia”, conta.

A aluna Beatriz Negrão, do 3º ano também estagia junto aos alunos de 9º ano do Instituto Sol. Para ela, o estágio remoto está agregando grandes aprendizados. “Estou aprendendo muito, de forma mais ativa do que faria se estivesse apenas observando outro professor”, avalia.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com