Negócios em Foco

Quero ser modelo! Por onde começar?


São Paulo 13/11/2018 12h28

Raíssa Souza - Modelo e atriz

Quero ser modelo!” — essa frase deve ser uma das mais ditas por milhares de adolescentes mundo afora. O glamour, os holofotes e a beleza da indústria da moda são alguns dos fatores que atraem tanta gente para essa profissão, que também pode ser competitiva, árdua, tensa e decepcionante para quem não está preparado.

Ingressar no mundo fashion exige mais do que um rostinho bonito e dedicação. A carreira depende de um grande sistema operacional que define não só as tendências, mas também corpos, rostos e biotipos ideais para exibi-las.

Anime-se: nada é impossível para quem realmente deseja ter sucesso profissional. Se ser modelo é o seu sonho, descubra agora dicas imprescindíveis para dar os primeiros passos em direção ao que você tanto deseja.

Conte com seus pais

Não tem nada mais importante do que o apoio da sua família! No caso de quem quer ser modelo, esse suporte deve ser irrestrito, já que muitas vezes os aspirantes ao mundo fashion começam bem cedo. O ideal é que todas as decisões sejam tomadas em conjunto. Não duvide: a opinião e a presença de seus pais são extremamente importantes para você seguir bem na carreira.

Conheça a profissão

O interesse em moda não é fator suficiente para tornar alguém um bom modelo. Conheça a fundo o mercado: estude, pesquise e aprenda o máximo que conseguir. Livros, blogs, sites, revistas conceituadas do ramo, programas de televisão especializados — tudo isso é fonte inesgotável de informações.

Preocupe-se com sua aparência

Essa é uma carreira voltada para a beleza, portanto tente manter pele, cabelos e dentes sempre bem cuidados. Adote rotinas saudáveis, como lavar o rosto duas vezes ao dia, remover a maquiagem antes de dormir, usar produtos de beleza adequados para seu tipo de pele e cabelos e fazer visitas periódicas ao dentista. Além disso, conheça bem suas medidas (altura, peso, tamanho de roupas e sapatos, quadril, cintura e busto) e seus atributos (cor de pele, olhos e cabelos).

Cuide de sua alimentação

Apesar de a carreira ser ligada, na maior parte das vezes, à magreza, isso não quer dizer que você deva deixar a saúde de lado. Por isso, tenha bons hábitos alimentares, conheça seu metabolismo e procure a ajuda de um nutricionista para manter seu corpo dentro dos padrões desejáveis, mas com qualidade de vida. E siga as regrinhas básicas de sempre: alimente-se bem e regularmente, beba muita água, pratique exercícios físicos e evite o consumo de álcool.

Evite cair em ciladas

Há muito oportunista por aí tentando dar golpes em quem está começando a carreira. Se for abordado na rua por um suposto caça-talentos, ouça o que ele tem a dizer, pegue seu contato e pesquise se é um profissional confiável e reconhecido na área. Ao procurar uma agência, busque referências — trabalhos realizados, clientes conhecidos, outros modelos que prestaram serviços.

Procure uma agência para abrir portas

Conheça o trabalho das agências e busque oportunidades junto às que são muito conhecidas no mercado da moda. Uma boa agência não apenas abre portas para trabalhos relevantes, como ajuda você a produzir um portfólio atual. Além disso, ela pode orientar quanto às habilidades que devem ser trabalhadas, quais tipos de jobs se encaixam no seu perfil, entre outras coisas.

​Aprenda a ouvir “não”

Receber respostas negativas faz parte do caminho que você decidiu trilhar. Muitas vezes, o seu perfil não vai atender à demanda de uma agência ou de um cliente. Não deixe que isso afete sua confiança. Em vez de desanimar, redefina suas metas e batalhe em causa própria.

Tenha profissionalismo

Muitos modelos são taxados de arrogantes, intratáveis e mal-educados. Não permita que essas características sejam aplicadas a você. Trate todos de forma respeitosa e cordial, cumpra rigorosamente os horários e mantenha seu material e agenda de trabalho organizados. Uma boa reputação também ajuda a abrir portas.

Entenda as diferenças entre modelo de passarela e fotográfico

É importante lembrar que existem algumas diferenças entre as carreiras de modelo de passarela e fotográfico. Para quem deseja trabalhar nas passarelas, é preciso ter em mente que o mercado é bem exigente em relação às medidas corporais.

Além de ser necessário ter certa altura (a partir de 1,72 m para mulheres e 1,83 m para homens), alguns requisitos quanto a medidas de cintura, busto e quadril, além da própria questão do peso são exigidos.

Já para quem tem interesse na carreira de modelo fotográfico, as exigências são diferentes: não há a mesma cobrança com relação à peso altura e outras medidas, mas sim quanto à fotogenia. Em outras palavras, o modelo deve ter uma boa imagem pessoal nas fotos, além de ter uma excelente expressão facial.

Saiba a importância de ser fotogênico

A pessoa fotogênica é aquela que produz uma ótima imagem ao ser fotografada. Isso é essencial para a carreira de modelo, afinal de contas, a sua imagem será associada às marcas ou empresas que você está representando.

O profissional também deve ter um certo talento para interpretar diferentes “personagens” durante a sessão de fotos, visto que os ensaios podem ocorrer nos mais diversos contextos. Assim sendo, o modelo precisa ter certa facilidade de adaptação para agir de acordo com o proposto pelo fotógrafo, fazendo um trabalho próximo ao de um ator ou de uma atriz.

Mantenha o visual conforme o material fotográfico

Ao apresentar o material fotográfico para uma agência a fim de participar de uma seleção, é importante manter o mesmo visual. Afinal, já pensou você mostrar uma foto com os cabelos longos e louros, ser selecionada e aparecer com um cabelo curto e preto? Com certeza isso será motivo de insatisfação do cliente e há grande possibilidade de você perder o trabalho.

Comunique-se bem

Para ter uma carreira de sucesso, é importante que você saiba se apresentar para agências e clientes, sabendo como conversar e ter um comportamento adequado nessas situações. Seja discreto, porém simpático e comunicativo.

Caso tenha dificuldades com isso, não hesite em buscar maneiras de desenvolver sua comunicação. Dependendo do caso, fazer um curso de teatro ou procurar um fonoaudiólogo pode ajudar na solução do problema.

Desenvolva a empatia

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa. Essa característica é importante não apenas para entender o que o cliente espera do seu trabalho, como também para lidar com os demais profissionais no seu dia a dia, tais como fotógrafos, maquiadores, cabeleireiros, entre outros.

Tenha contatos profissionais

Não dependa apenas da agência. Busque conhecer pessoas ligadas à sua profissão e ao mundo da moda como um todo, ampliando os seus contatos e aumentando as possibilidades de ter uma carreira brilhante.

Ao conseguir novos contatos profissionais, mais pessoas conhecem o seu trabalho e podem indicá-lo para outros clientes. Para isso, é importante frequentar eventos de moda, conversar com as pessoas com quem você trabalha no dia a dia, fazer amizades com outras modelos e interagir por meio de suas redes sociais.

Preparado para que a frase “quero ser modelo” deixe de ser apenas um sonho distante? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades do mercado da moda, tire dúvidas, conheça histórias de sucesso, tendências e muito mais.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com