Negócios em Foco

Fique por dentro da nova regra para despacho de bagagem


São Paulo - SP 13/07/2018 14h21

Divulgação

Está pensando em viajar e notou que tem muitos pontos a checar, certo? Realmente uma viagem envolve muito planejamento e verificar detalhes que, no futuro, serão muito importantes.

Desde a escolha do destino, pesquisar o preço da passagem de avião, até detalhes do que levar na bagagem, merecem atenção para evitar dores de cabeça e, principalmente, que custos a mais sejam evitados.

Em 2017, uma nova regra proposta pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) previa que as companhias aéreas cobrassem taxas extras para despacho de bagagem, além de outras várias alterações.

Mas, logo que a proposta foi lançada, a Justiça Federal de São Paulo acabou por suspender as cobranças extras e manteve algumas outras medidas com relação às informações, cancelamento e extravio de voos.

Mas afinal, o que mudou? O que se manteve? Confira abaixo alguns pontos importantes a se saber antes de viajar!

Bagagem despachada

A partir de agora, a bagagem despachada será cobrada de acordo com decisão de cada companhia. Com isso, ela pode estar inclusa nas passagens aéreas com diferentes tipos de franquias, não ser cobrada ou ser isenta nos casos daqueles que optarem por não usar o serviço.

Por isso, é importante comparar os preços das passagens, para ver o que está sendo oferecido, e estar sempre atento a questões como peso, dimensões e quantidade.

Bagagem de mão

A franquia para bagagem de mão que, antes era de apenas 5kg agora passou a ser de 10kg.

Além disso, não podem conter na bagagem objetos cortantes e produtos inflamáveis e, ainda, nos voos internacionais frascos com líquidos acima de 100ml.

Uma dica importante é sempre pesar sua bagagem antes de sair de casa para que você não tenha nenhum impasse no aeroporto!

Extravio de bagagem

Viajar e não encontrar sua bagagem tira qualquer um do sério, não é mesmo? E as regras para esse tipo de ocorrido também mudaram.

Ao fazer a reclamação junto ao balcão da empresa aérea ou seu representante, você deve apresentar o comprovante de despacho e, se localizada a bagagem será devolvida para o endereço informado pelo passageiro.

O prazo para a bagagem permanecer extraviada, que antes era de 30 dias para voos nacionais e internacionais, agora é de 7 dias para os nacionais e 21 dias para os internacionais. Caso esse prazo seja descumprido, a companhia deverá indenizar o passageiro em até 7 dias!

Além disso, a mudança na regra ainda altera a política de cancelamento das viagens, no qual o usuário tem o direito de desistir da compra em até 24 horas depois da compra do bilhete e uma semana antes do voo.

Outra questão é que as multas para cancelamento ou reembolso não poderão ultrapassar o valor total da tarifa, que vale também para passagens promocionais.

Agora que você já esclareceu todas as dúvidas em relação a nova regra para despacho da bagagem, acesse o site da 123 milhas e confira passagens imperdíveis com descontos de até 50%.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com