Negócios em Foco

Bem Estar Masculino: saiba como melhorar


Rio de Janeiro 15/08/2018 09h19

Exercícios para melhorar a qualidade de vida do homem

Sempre procure ajuda profissional - Domínio público

Quando se pensa em saúde do homem, vale destacar que muitos são os aspectos que contribuem para que a saúde não seja a melhor possível. A saúde do homem durante muito tempo foi negligenciada pelo próprio homem. E para agravar ainda mais essa situação, fatores como má alimentação, falta de exercícios, stress, entre outros foram contribuindo para um quadro desfavorável. Somado a tudo isso existe o fator idade, que agrava ainda mais as causas levando à consequências que muitas vezes deixam sequelas irreversíveis. Essas condições podem deixar o organismo masculino como uma bomba relógio.

Por conta de hábitos nada saudáveis é que a saúde do homem sofre diariamente com doenças do tipo cardiovasculares, diabetes, câncer de pulmão e próstata, disfunção erétil, Acidente Vascular Cerebral (AVC), depressão e suicídio. Essas são apenas algumas para citar as que mais atingem o sexo masculino na era moderna. O ideal é que eles façam uma avaliação com profissionais qualificados para evitar que alguma doença dessas surpreenda. Outra indicação é abandonar a vida sedentária e praticar algum tipo de exercício, bem como adotar hábitos alimentares mais saudáveis, como uma reeducação alimentar. Mas o problema que mais incomoda o homem é o sexo.

No Instituto Maiéve Corralo, a fisioterapeuta uroginecológica Drª Sheila Fernanda, indica exercícios de Kegel para homens. “Há muitas técnicas que podem ser utilizadas no fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico. Os exercícios trazem grandes benefícios para a saúde masculina”, esclarece a profissional. Antes de começar os exercícios, deve-se localizar os músculos pubococcigeos do assoalho pélvico. Segundo a Drª Sheila, a melhor maneira de identificá-lo é tentar parar o fluxo de urina quando se está a urinar. Os músculos que se contraem são os que estão envolvidos nos exercícios de Kegel.

OBS: contrair os músculos pélvicos ao urinar para interromper o fluxo urinário apenas deve ser feito para reconhecer os músculos do assoalho pélvico. É importante que quando iniciar os exercícios Kegel, o faça com a bexiga vazia. A profissional indica iniciar com a contração dos músculos do ânus, como se tentasse evitar a saída de um gás, deve-se ficar atento para não envolver outros músculos como glúteo e músculos abdominais. Conforme for percebendo que já identifica corretamente os músculos do assoalho pélvico, tente aumentar o tempo de sustentação (contrair gradualmente) até chegar a 10 segundos alternando com 10 segundos de relaxamento. Fazer 10 repetições.

Segundo a fisioterapeuta, esses exercícios trazem grandes benefícios para a saúde do homem como melhora da relação sexual, aumento do tempo de ejaculação, aumento da sensibilidade da área íntima, combate a disfunção erétil, combate à perda involuntária de urina, melhora do controle sobre as fezes, dentre outros.

IMC – Instituto Maiéve Corralo

Drª Sheila Fernanda

Fisioterapeuta Uroginecológica

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 664 – salas 808/809

Copacabana – RJ

Tel: (21) 2547-1182


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com