Negócios em Foco

Mobilidade corporativa: o que é e como ela pode estar presente na realidade da sua empresa


São Paulo - SP 13/07/2018 13h46

Divulgação

Nos dias de hoje a maior preocupação dos funcionários e também dos empregadores é chegar ao local de trabalho no horário estipulado, sem maiores problemas. É por isso que a solução encontrada pelas instituições foi a mobilidade corporativa - a qual ainda está em fase de maturidade em muitas organizações.

Mas o que é a mobilidade corporativa, de fato? Na prática, as estratégias dessa técnica, também chamada de Gestão de Demanda de Viagem (GDV), buscam encontrar soluções para os problemas de mobilidade urbana que existem nas grandes cidades do Brasil.

O principal intuito é adotar práticas inteligentes e sustentáveis para melhorar a qualidade do deslocamento do trajeto casa-trabalho e vice-versa.

Quais condutas de mobilidade as empresas podem adotar?

Existem muitas formas de diminuir os impasses do deslocamento dos funcionários até o ambiente de trabalho e uma delas é a adoção do home office, pelo menos uma vez por semana. Porém, é necessário fazer uma investigação com os colaboradores, pois muitos deles podem não se adaptar ao trabalho fora da empresa.

O próximo passo da empresa é pensar em meios alternativos para incentivar a melhora da locomoção dos colaboradores, como a carona solidária por exemplo. O único problema é que, na maioria das vezes, as organizações não conseguem ter um controle efetivo sobre a execução das estratégias.

Carona solidária

Essa técnica viabiliza a redução do congestionamento massivo nas vias até o local de trabalho. Neste caso, os próprios funcionários se unem e elegem um carro para fazer o trajeto de um ponto de encontro até o ambiente de trabalho.

A grande diferença é que neste carro estarão presentes mais quatro colegas de trabalho - além do motorista -, e, caso a eficiência do processo seja comprovada, a empresa pode até oferecer o vale-combustível.

Incentivo ao transporte público

Apesar da quantidade de reclamações do transporte público, essa alternativa não pode ser deixada de lado, principalmente se a localidade da empresa for bem abastecida por estações de metrô e linhas de ônibus. Portanto, as empresas devem proporcionar o vale-transporte, conforme a legislação trabalhista.

Geralmente, os setores de recursos humanos recorrem à empresas especialistas em conceder o benefício vale-transporte, como a RB Serviços. Isso acontece porque a habilidade da RB pode proporcionar até 35% de redução nos custos com a prerrogativa.

Outra opção é o uso de meios mais alternativos, como trens e bicicletas. Algumas empresas estão investindo em estacionamentos para bikes e até em vestiários, para que os funcionários tenham a oportunidade de trocar de roupa antes e depois do expediente.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com