Negócios em Foco

Veja 4 dicas para economizar na sua obra


São Paulo 16/01/2020 11h20

Uma casa é a parte fundamental da nossa identidade. É onde as decisões são tomadas e onde passamos os melhores momentos de nossas vidas. Mas, para que tudo ocorra dentro do planejado, é bom não ter dores de cabeça com o custo total e saber como economizar na construção.

É possível construir um ambiente seguro e aconchegante gastando pouco. São muitas as dicas de como economizar no processo de construção de uma casa. Desde a escolha do projeto até o acabamento, a utilização constante do cálculo, da pesquisa e da racionalidade permitirá um produto final otimizado e com economia de recursos financeiros.

Levando isso em conta, preparamos 4 dicas de como economizar na construção da sua casa. São dicas simples, mas que se seguidas à risca, irão proporcionar ganhos em termos de economia e tempo. Acompanhe!

Investir no projeto

É muito importante haver um projeto para saber exatamente o que vai ser gasto na construção da sua casa. O projeto é uma maneira de guiar os procedimentos, não deixando que você gaste mais que o necessário em alguns produtos de acabamentos, por exemplo. É um investimento que trará retorno futuramente.

Existem duas opções de profissionais para realizar o projeto da sua casa. A primeira é a escolha de um arquiteto, que projeta desde a fundação até o acabamento. Geralmente, esse profissional cobra mais caro, já que o projeto produzido por ele é mais detalhista.

A segunda opção é contratar um engenheiro civil para desenhar e calcular a estrutura da sua casa. Essa opção pode ser a mais viável, pois o engenheiro não fica preso às minudências de uma casa. E é geralmente aí que os gastos se fazem mais visíveis.

Escolher bem os materiais

Ainda com a ajuda do projetista, você precisa fazer uma boa pesquisa de mercado para conhecer os melhores materiais no que diz respeito ao custo-benefício.

A escolha de materiais pode ocorrer em todas as etapas da construção. É necessário decidir a quantidade de materiais e equipamentos que serão utilizados na construção. Por exemplo, para levantar alguns materiais podemos usar o guindaste, optando então pela locação de guindaste.

Comprar grandes quantidades de produtos pode tornar sua obra mais barata. Desta forma, considere comprar em conjunto com outra pessoa que também está construindo. Sendo clientes com maior poder de compra, haverá maior poder de negociação junto ao fornecedor. E se o fornecedor for o fabricante, menos o valor do produto.

Não compre todos os materiais em uma mesma empresa. Pode ser que você pague barato por um produto específico, mas acabe pagando mais caro por outros produtos na compra embutida. Por isso, a melhor opção é realizar uma pesquisa de mercado no intuito de descobrir lojas com produtos em promoção.

Por exemplo, caso você opte por colocar mármore em sua casa, deve saber que há vários tipos. Todos oferecem o mesmo conforto, mas devido às características estéticas de cada produto, alguns têm o preço mais elevado. Você pode ter um produto durável com preço baixo. Esqueça a moda nesse momento e pense no conforto e durabilidade dos itens de sua construção.

Selecionar bem a mão de obra

Do servente de obras ao arquiteto: selecione bem a sua mão de obra. Ao selecionar as pessoas que irão colaborar na feitura de sua residência, é importante ter muito cuidado em conseguir gente treinada e gabaritada em construção.

Pode ser que cobrem mais caro que iniciantes, mas a expertise que elas têm faz com que a obra seja concluída em menos tempo. Dessa maneira, você economiza tempo e dinheiro.

Para isso, cobre referências dos colaboradores. O famoso boca a boca é válido nesse momento. Aquele amigo ou conhecido que já passou pela mesma experiência de construir uma casa é a pessoa mais recomendada para dizer qual trabalhador é funcional ou não para a sua obra.

Leve em consideração fazer uma entrevista informal com os futuros colaboradores. É nesse momento que você colhe informações como experiência dos sujeitos em construção e negocia prazos e responsabilidade para com o trabalho.

Além disso, quando estiver com a equipe de trabalho montada, acompanhe todos os passos do trabalho bem de perto.

Fazer você mesmo

Colocar a mão na massa pode ser uma boa escolha. O ponto é que existem pessoas que têm habilidades que não são conhecidas até que são requisitadas.

Uma seção da obra que pode ter sua ajuda é na marcenaria, por exemplo. Trabalhar com madeira, além de ser um exercício intelectual que requer cálculos complexos, dá a ideia de criação.

E quando a construção é da nossa própria casa, nada como ter o toque de nossas próprias mãos, criando produtos personalizados e repletos de experiências agradáveis.

Cabe lembrar que a construção de uma obra é um trabalho conjunto de toda a família. Assim, como há investimento financeiro, o bom é que a poupança futura da família esteja garantida. O que é poupado hoje serve como investimento no futuro dos filhos ou naquela tão almejada viagem pelo mundo.

Gostou do nosso conteúdo? Siga essas dicas e tenha uma obra muito mais econômica e sem surpresas no final.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com