Negócios em Foco

Empresas de Transporte de Valores querem maior abertura do mercado


Belo Horizonte -Minas Gerais 25/01/2019 12h11

Mercado movimenta R$ 9 bilhões todos os anos

O mercado de transportes de valores no Brasil movimenta R$ 9 bilhões- por ano- apenas com a contratação de vigilantes. O setor hoje é dominado por três grandes empresas, o que tem feito a Associação Nacional de Empresas de Transporte de Valores (ANTV), formada por 15 empresas nacionais de menor porte, comece a se movimentar para mudar as regras do jogo. Com 5% do mercado, as empresas ligadas a ANTV querem uma maior abertura do mercado e que as licitações realizadas pelos bancos como Caixa Econômica e Banco do Brasil sejam acessíveis.

O empresário Marcos Vinícius Ferreira, sócio da mineira Esquadra, empresa que atua em toda a Região Sudeste e tem em seu leque serviços como segurança privada; transporte de valores; escolta armada; entre outros e emprega 5 mil pessoas, revela que atualmente o monopólio das maiores transportadoras de valores tem dificultado as outras empresas de trabalharem. “Fica inviável competirmos com grandes empresas, quando as exigências são feitas para justamente barrar a nossa participação nas concorrências”.

Outra queixa é que os próprios bancos, para fugir desse monopólio, criaram sua própria empresa de transporte de valores, a TecBan. Marcos Vinícius Ferreira diz que a ideia é propor aos bancos serviços prestados por meio da ANTV. “O que queremos é maior facilidade na participação das licitações, mais bancos contratantes e, claro, acabar com o monopólio das empresas que hoje detêm 85% do mercado no Brasil”, conclui o empresário.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com