Negócios em Foco

Brasil tem a primeira Fintech especializada em captura de transações eletrônicas para o segmento de Expense Management


São Paulo-SP 08/06/2017 17h34

A Paynet é a única empresa de captura capaz de identificar dados minuciosos – como qual foi, exatamente, o combustível pago com determinado cartão e usado para abastecer um veículo

A Paynet é a primeira empresa no mundo especializada em capturar transações eletrônicas para expense management – segmento bastante conhecido no meio de gestão de frotas e fretes, por exemplo. Com capital cem por cento nacional, esta fintech foi fundada pelo empresário paulista Vanderlei Silva, especialista na área, com muitos anos de experiência e cases de sucesso em seu currículo.

Outra empresa instituída por Vanderlei Silva, a Foco Group, proporcionou expertise no processamento e autorização de transações para gestão de despesas. “Agora, com a Paynet, reunimos condições para ir além e proporcionar aos emissores uma gama de serviços inéditos. Isso permite ampliar a força de suas plataformas e produtos destinados à gestão e controle, com altos níveis de inovação e flexibilidade”, resume Silva.

A Paynet é a única empresa de captura capaz de identificar dados minuciosos – como qual foi, exatamente, o combustível pago com determinado cartão e usado para abastecer um veículo. “O retorno ao nosso cliente se dá em forma de redução de gastos e otimização das operações de integração tecnológica”, garante.

Maior cobertura
A partir do dia 15 deste mês, a companhia passará a oferecer, além das soluções TEF, doze mil estabelecimentos habilitados tecnicamente com equipamentos POS, para captura de transações focadas em gestão de frotas. Com essa abrangência, a Paynet alcançará um importante patamar. “Somos os detentores da mais completa e inovadora tecnologia e, ainda, seremos a empresa com maior cobertura no país.”

Internacionalização
A internacionalização da Paynet já começou. Seguindo um grande projeto de expansão internacional esboçado por Vanderlei Silva, uma parceria foi oficializada há alguns dias, abordando a captura de transações com uma corporação na Colômbia. “Trata-se de um mercado com excelente potencial e, praticamente, inexplorado nesta área”, conta.

Sodexo
Esta não é a primeira vez que Silva cria algo inédito em termos mundiais. Há cerca de dois anos, a Sodexo mantinha-se baseada em dois pilares de atuação. Isto continuou até o brasileiro apresentar à multinacional francesa um conceito que criou sobre gestão de frotas, intrinsecamente ligado aos meios de pagamento.

Inclusão e acesso
A Paynet atende grandes empresas, mas seu modelo de negócio – sem nenhuma exclusividade – também proporciona acesso rápido e com custos atraentes para emissoras de cartão de pequeno e médio porte, podendo resolver, ainda, questões relacionadas à migração de cartões para operação com chip e sistemas autorizadores.

Disrupturas
Silva observa que a Paynet nasceu com um propósito claro: ir muito além da utilização de tecnologias de ponta. “Avançamos muito em direção às evoluções disruptivas. Por meio destas, criamos uma aproximação cada vez maior entre os estabelecimentos e portadores de cartão e os emissores, facilitando a geração de novos negócios. Consequentemente, ampliamos a preferência pela utilização dos nossos meios de captura.”

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com