Negócios em Foco

O trabalho em economia criativa: desafios da autogestão


Brasília-DF 21/08/2018 12h49

Divulgação

O autor inglês John Howkins define Economia Criativa como um conjunto de atividades nas quais a inovação e o capital intelectual são a matéria-prima para criação e distribuição de bens e serviços. No Brasil, o setor é responsável por 2,64% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e o Ministério da Cultura considera 20 setores dentro da economia criativa, entre eles a música.

Conhecidos pela canção Oração, o grupo curitibano, A Banda Mais Bonita da Cidade, desde 2009, é referência nacional de autogestão na área de economia criativa por seu trabalho independente. No grupo, os integrantes não se preocupam apenas com as canções, cada um tem um papel administrativo para que o trabalho flua. Entre as áreas de atuação estão finanças, negociações de shows e venda de produtos da banda, além de produção dos eventos.

Para falar de seu trabalho, de suas experiências e apresentar aos jovens a área de economia criativa, os integrantes da A Banda Mais Bonita da Cidade realizarão um bate-papo sobre o tema e um pocket show para os alunos do Centro Educacional Sigma, na quinta-feira, dia 30 de agosto, na unidade da 910 Norte. “Eles se consolidaram com um trabalho único, que tem milhares de fãs por todo o país e é reconhecido pela crítica. Agora, estão divulgando o terceiro CD, também produzido de forma independente”, comenta o supervisor do Ensino Médio da escola, Eli Guimarães.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com