Negócios em Foco

Saiba quais são os 3 principais processos de soldagem


Santo André – SP 26/07/2018 12h55

O mais importante sobre os principais processos de soldagem é que não existe um que seja melhor ou superior ao outro, cada um possui suas características e podem ser aplicadas a diversos materiais, para diferentes fins, de acordo com a área de atuação de cada indústria.

Principais processos de soldagem, Soldagem MIG, TIG, Eletrodo revestido - DINO

A soldagem é uma técnica muito utilizada mundialmente pela grande maioria dos segmentos industriais, já que é a mais eficiente forma de unir partes de metal de maneira definitiva, com isso podemos imaginar as infinitas atividades onde a soldagem é imprescindível. Mas você conhece os principais processos de soldagem e as aplicações de cada um deles?

Entre os processos de soldagem mais populares, podemos destacar a soldagem MIG, a soldagem TIG e a solda elétrica com eletrodo revestido. Conheça os principais diferenciais de cada um.

SOLDAGEM MIG
O processo de soldagem MIG é um dos mais populares tipos de solda. O termo MIG é uma sigla em inglês para "Metal Inert Gas" (Metal + Gás Inerte), pois a proteção do cordão de solda é obtida através de um gás inerte (Argônio), muito utilizado para soldagem de aços como alumínio, cobre e diferentes tipos de aço inoxidáveis. Existe também a soldagem MAG, "Metal Active Gas" (Metal + Gás Ativo), onde um gás ativo como o CO² é utilizado ou misturado ao próprio argônio, para realizar soldagem em chapas de aço carbono.

Em ambos os casos, a soldagem pode ser realizada em processos semi-automáticos (manuais) ou automatizados; contudo, os processos automatizados garantem uniformidade nos cordões de solda e maior volume produtivo, o que pode ser um diferencial para quem precisa realizar soldagens em maior escala de produção.

A soldagem MIG está entre os principais processos de soldagem graças aos seus diferenciais como velocidade, eficiência, aproveitamento dos materiais e possibilidade de realizar a solda em diferentes posições, além de não haver a necessidade de remover escórias, como veremos no caso da solda elétrica mais abaixo.
Outra vantagem é o consumo de gás MIG, já que, embora utilize-se entre 10 e 12 litros por minuto em média, a máquina de solda MIG apresenta alta velocidade de soldagem, o que acaba significando maior capacidade produtiva e menor consumo de gás por metro de solda se comparada a outros processos.

SOLDAGEM TIG
Na soldagem TIG - sigla para "Tungsten Inert Gas" ou, simplesmente, Tungstênio + Gás Inerte -, o eletrodo de tungstênio é o personagem principal e o gás utilizado é o Argônio puro. Assim como o MIG, o TIG está entre um dos principais processos de soldagem.

A soldagem TIG é muito utilizada em materiais complicados para se soldar como alumínio, magnésio e titânio. É a melhor solução para soldagem de chapas finas onde os demais processos apresentam limitações, também em produtos onde o cordão será visível e necessita de alta qualidade no acabamento, já que o cordão de solda TIG é o mais bonito e bem acabado entre todos os processos.
Diferente da soldagem MIG, onde o material é adicionado automaticamente, a soldagem TIG é realizada de forma artesanal. A adição da vareta para solda TIG é realizada manualmente exigindo muito mais habilidade do soldador, o que acaba gerando menor produtividade e maior consumo de gás TIG, contudo, quando realizado adequadamente, o processo oferece resultados de altíssima qualidade e acabamento.
Entre os materiais onde mais se utiliza o processo de soldagem TIG, podemos citar: aço inox, aço carbono, alumínio, bronze, cobre, ligas de níquel, magnésio, titânio, zircônio e até mesmo ouro.

SOLDA ELETRODO REVESTIDO
Talvez a forma mais antiga e popular de soldagem, a solda elétrica com eletrodo revestido não poderia ficar de fora dessa lista. Neste tipo de solda, o gás utilizado nos outros 2 processos é substituído por um revestimento presente no próprio eletrodo, criando uma "casca" (escória) em cima do cordão de solda protegendo-o dos efeitos do oxigênio presentes no ar.
Muito utilizada em situações onde é preciso praticidade como canteiros de obras, manutenção predial, residencial, manutenção em geral.

Como dito acima, possui limitações em chapas finas, em compensação, é muito eficaz em soldagens pesadas ou grande enchimentos onde é necessária alta resistência mecânica.
A solda elétrica oferece baixo custo de aplicação e sua operação é muito simples, o que acaba tornando esse tipo de soldagem bastante popular, apesar da maior preferência do público pela máquina de solda MIG em situações onde ambos atendam à mesma necessidade.

Entretanto, o mais importante sobre os principais processos de soldagem é que não existe um que seja melhor ou superior ao outro, cada um possui suas características e podem ser aplicadas a diversos materiais, para diferentes fins, de acordo com a área de atuação de cada indústria.

Caso queira se aprofundar mais no assunto e conhecer os equipamentos e consumíveis para solda, entre em contato conosco. Será um prazer ajudá-lo!


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com