Negócios em Foco

Taco, laminado ou assoalho? Saiba qual escolher


São Paulo 06/01/2020 17h47

Ano após ano a madeira continua sendo uma ótima opção para pisos. O material apresenta qualidades indiscutíveis como conforto, beleza e versatilidade. Uma grande diversidade de produtos invadiu o mercado nos últimos anos, tornando o material mais acessível e prático.

Pela tamanha variedade de modelos e fabricantes, o consumidor precisa se preocupar com questões que vão além do critério estético. Referências do próprio fabricante e do instalador garantem uma instalação adequada.

Entenda as diferenças entre os diferentes tipos de pisos de madeira antes de escolher o seu:

Piso laminado

Confeccionado de madeira reconstituída, revestido por papel especial e protegido com verniz, o piso laminado não possui a mesma textura da madeira natural, mas se sai bem ao imitá-la. É a opção mais barata do mercado, além de muito práticos na hora de instalar.

O piso pode ser aplicado sem cola por meio de encaixe macho-fêmea. Uma das maiores reclamações desse tipo de piso é o ruído que apresenta quando se caminha sobre ele. Uma manta pode ser colocada entre o laminado e o contrapiso para diminuir esse ruído e corrigir o desnível da superfície.

Taco ou Parquet

As pequenas placas retangulares são aplicadas com cola asfáltica e podem formar diversas paginações. Esse tipo de piso possui a maior durabilidade entre as opções de madeira. Depois de desgastado, o taco permite novos lixamentos e envernizamentos.

Quanto maior a espessura do material, maior será sua longevidade. Cada nova raspagem consome de 2 a 3mm da peça. Pontas quebradas e marcas de calafetação irão aparecer indicando que a superfície chegou no limite de raspagem.

Assoalho

O assoalho de madeira maciça podem ter espessuras e tamanhos diferentes e satisfazem o gosto por superfícies alongadas.

As peças podem ser aplicadas com cola PU, epóxi, parafusos e até mesmo encaixe macho-fêmea. Pequenos espaços entre as placas são necessários para que as peças não empenam com o tempo.

A procura por uma estética antiga e desgastada está disponível em produtos novos, tratados através de processos industriais e peças provenientes de casarões antigos. As réguas podem ser raspadas e tratadas, prolongando a vida útil do piso.

Como deve ser a madeira destinada a pisos de tacos e assoalho

Elas devem ser convenientemente secas, por exposição ao ar ou por processo acelerado em estufas adequadas.

Os teores de umidade, situados entre 6% a 14%, são satisfatórios. Dentro desses limites, as peças de madeiras são consideradas próprias para pisos.

A madeira é um material higroscópico, ou seja, seu volume se diferencia em função da temperatura e umidade do local. Pequenas variações nas dimensões (LXCXE) das peças ocorrem normalmente.

A variedade nos tons e veios de um mesmo tipo de madeira não é defeito e sim uma de suas características mais marcantes, o que a torna um revestimento nobre e inimitável.

Pela sua natureza, nunca haverão peças da mesma madeira com tons e veios absolutamente iguais.

Escolha o melhor tipo de piso para sua casa

Como vimos, existem alguns tipos de piso diferentes como o taco, laminado e até mesmo o assoalho.

O que os diferencia é a durabilidade, espessura, além do visual que ele irá trazer ao ambiente.

As madeiras usadas para essa finalidade devem ser convenientemente secas por exposição ao ar ou processo acelerado em estufas adequadas.

Gostou das nossas dicas? Agora é só escolher qual piso fica melhor e aplicar na sua casa.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com