Negócios em Foco

Filipe Toledo conquista o terceiro lugar no ranking da WSL em 2018


São Paulo - SP 09/01/2019 16h37

Filipinho liderou o circuito durante boa parte do ano e por muito pouco não completou o que seria o primeiro 10 do evento, deixando a expectativa de mais e melhores atuações assim no futuro.

Filipe Toledo em Oi Rio Pro 2015 no Rio de Janeiro - Brasil - CC BY 2.0

Filipe Toledo é um surfista profissional nascido na cidade litorânea de Ubatuba–SP, é filho do surfista Ricardo Toledo, bicampeão brasileiro de surf (1991 e 1995), que hoje é o seu técnico.

Aos 17 anos anos ingressou no circuito mundial de surfe, uma competição anual que reúne atletas de todo o mundo organizada pela World Surf League, WSL. Visite o perfil do atleta na página da WSL. Atualmente é um atleta de ponta do surfe mundial.

Com 175 cm de altura a sua estatura favorece as manobras aéreas, conquistando com isso 5 vitórias nos últimos 3 anos. Em 2014 mudou-se com a sua família para a Califórnia, cidade com muita afinidade com o esporte.

Esposa e filhos

Filipinho hoje com 23 anos (em 2018) é casado com a modelo capichaba Ananda Marçal, o casal tem 2 filhos, Mahina de 2 anos e Koa com 7 meses de idade.

Lesões

Em 2016 Filipe sofreu uma lesão no fêmur e trauma no músculo, após uma manobra aérea na semifinal contra Matt Wilkinson, o surfista saiu do mar carregado pelo seu pai se queixando de fortes dores na virilha. Os exames detectaram uma lesão coxo-femural que foi tratada com fisioterapia e atualmente está completamente curada.

Filipe hoje faz treinamento de resistência muscular para evitar novas lesões. O fortalecimento dos joelhos, ombro, tornozelo, pernas, abdômen e costas é o foco da atividade.

Triunfo em Saquarema

Toledo foi o campeão da etapa ao bater Wade Carmichael, dedicou a vitória ao seu filho Koa que significa guerreiro. O votória levou Filipinho ao segundo lugar no ranking mundial da WSL e elogiou também a torcida brasileira:

“Ah, foi uma sensação incrível aqui. O Brasil nem se compara a nenhum lugar do mundo. Já viajei para muitos lugares, ganhei fora, mas os fãs aqui são calorosos. As ondas estavam demais.”

Ano de 2018

Filipe teve duas chances reais de tornar-se campeão mundial, a primeira foi no ano de 2015 e a segunda foi em 2018. Foram duas ótimas campanhas, porém apesar do tão sonhado título não ter chegado o atleta demonstrou grande amadurecimento durante todo o ano que foi coroado pelos parabéns de Filipinho ao compatriota Gabriel Medida, vencedor da edição.

“Parabéns, você é muito monstro, obrigado por sempre elevar o nível do esporte e de cada surfista que compete contra você! É CAMPEÃO”

Escreveu Felipe em sua conta no Instagram

Redes sociais

Instagram

Facebook

Twitter

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com