Negócios em Foco

ROYAL CANIN LANÇA PODCAST SÓ PARA GATEIROS


São Paulo 13/08/2020 09h52

Pesquisa aponta que mais de 50% dos tutores de gatos consideram o animal como um filho ou membro da família

Papo de Gato, novo podcast só para gateiros da Royal Canin - Divulgação: Royal Canin Brasil

Nos últimos 6 anos, o número de gatos nos lares brasileiros cresceu mais que o dobro que o de cães, de acordo com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Mas, os cuidados com a espécie, que possui particularidades e necessidades muito diferentes dos cães, ainda é pouco difundido. Com o compromisso de fazer um mundo melhor para os pets, a ROYAL CANIN®, marca líder em Nutrição Saúde para gatos e cães, acaba de lançar, no Spotify e outros streamings, o canal de podcast “Papo de Gato”, com conteúdo 100% voltado a tutores, que traz dicas de saúde, informações sobre nutrição e comportamento. Trata-se de mais uma iniciativa alinhada aos esforços da marca para conscientizar os tutores sobre a saúde e cuidados necessários com os felinos.

Apresentado pela produtora de conteúdo, e tutora de 5 gatos, Ana Carolina Rocha, a primeira temporada do programa terá 18 episódios, que irão ao ar toda segunda-feira, e abordarão a jornada do tutor com seu gatinho, desde a adoção até o envelhecimento, sempre reforçando questões relacionadas à saúde do animal. Os episódios contarão com a presença de um Médico-Veterinário da ROYAL CANIN®, especialistas em saúde felina e convidados especiais.

O primeiro episódio foi ao ar no Dia Mundial do Gato, 08/08, e teve como tema “Adotei/encontrei um gatinho, o que eu faço?”, com a intenção de explicar os principais cuidados para tutores de primeira viagem. O episódio de estreia contou com a participação de Susan Yamamoto, uma das fundadoras da ONG Adote um Gatinho – organização não governamental que busca lares para gatos abandonados e trabalha para conscientizar as pessoas sobre a importância da castração e da guarda responsável.

“O lançamento do nosso podcast é um presente para todos os gateiros, além de ser o pontapé inicial da campanha #MeuGatoNoVet, lançada globalmente pela ROYAL CANIN® em 2019, mas que neste ano será 100% digital devido ao cenário de isolamento social”, explica Gláucia Gigli, Diretora de Marketing da ROYAL CANIN® Brasil.

A produção do “Papo de Gato” ficou a cargo da agência SA365, que conta com uma produtora audiovisual, além de um estúdio exclusivo para podcasts que tem servido como uma ferramenta importante na comunicação das marcas.

Brasileiros cada vez mais gateiros

O aumento da população de felinos nos lares brasileiros se deve muito à mudança no estilo de vida das pessoas e às próprias características do animal, que são mais independentes que os cães e de fácil adaptação a ambientes pequenos, como apartamentos. Nos últimos 6 anos, o número de gatos nos lares brasileiros cresceu mais que o dobro que o de cães, de acordo com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. E junto com este crescimento, a percepção dos tutores em relação aos seus gatos também mudou.

A pesquisa nacional da CVA Solutions, realizada em fevereiro deste ano, com mais de 2 mil tutores de gatos, mostrou que 33,2% das pessoas consideram seu felino como um filho – um crescimento de 12,8% em relação a 2014. Os resultados ainda revelaram que 22,1% consideram o gato como um membro da família. Isso significa que 55,3% dos tutores desenvolveram uma relação de muita afetividade com os bichanos, fazendo com que estes animais desempenhem um papel não só de companheiros, mas de provedores de amor e bem-estar emocional para os seres humanos.

A pesquisa da CVA também identificou que, atualmente, 67,7% dos gatos vivem dentro das casas, representando um aumento de 5,2% se comparado a 2014. “É um crescimento tímido, mas importante, o qual queremos incentivar. O gato que vive dentro de casa fica, naturalmente, mais próximo do tutor e sua saúde é observada com mais atenção. Além, é claro, do animal ficar menos exposto aos riscos de contrair doenças, sofrer um acidente ou mesmo se perder nas ruas”, explica Gláucia.

Já quando o assunto é gasto com o pet, a pesquisa mostrou que tutores de gatos investem, em média, R$ 297,00 por mês em cuidados com o animal, incluindo plano de saúde, Médico-Veterinário, vermífugo, vacina, antipulga, comida e areia sanitária. Na hora de comprar produtos, 37,5% relataram que escolhem pet shops de bairro e 23,1% as mega pet shops. A proximidade à loja é o principal fator pela escolha do local de compra.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com