Negócios em Foco

Área com grandes atrativos: conheça o curso de Gestão Pública


São Paulo - SP 14/08/2018 15h47

Saiba porque vale a pena investir na carreira e os motivos da ascensão dela

São diversos os fatores que nos fazem optar por um curso superior: interesse pessoal na área, perspectiva de carreira, mercado da profissão, ascensão financeira, preço do curso, entre outros. Uma dessas graduações em ascensão é a da Gestão Pública. Considerado um curso de novas tendências, é uma das que tem mais espaço para crescer nos próximos anos.

Se você já trabalha na área e tem o desejo de se especializar ou tem interesse em ingressar no setor, saiba que o curso é oferecido por algumas grandes universidades do país, sendo a Estácio de Sá uma das mais qualificadas. Além disso, outras informações podem fazer o seu ânimo crescer ainda mais para ingressar no meio. Vamos conhecer mais sobre o curso?

Como é o curso de Gestão Pública

A graduação em Gestão Pública, embora não tenha os quatro anos recorrentes de um curso regular de ensino superior, também exige muita dedicação. A faculdade também fornece diploma de 3º grau e uma formação para o mercado de trabalho profissional. Para que possamos ter um parâmetro, nos baseamos na programação da Universidade Estácio de Sá para apresentar melhor o curso. Confira:

Grade curricular: o curso é programado em quatro períodos, ou seja, a duração dele gira em torno de dois anos. O total de horas da formação completa é de cerca de 2.136;

Disciplinas: a formação de Gestão Pública aborda disciplinas como Contabilidade, Matemática, Administração, Segurança Pública, Psicologia, fundamentos do Direito, entre outras;

Diploma: a certificação do curso é de 3º grau. Embora o curso seja de apenas dois anos, o diploma de tecnólogo é aceito na grande maioria dos concursos como ensino superior.

Onde atua um profissional formado em Gestão Pública

O profissional formado pelo curso de Gestão Pública estará habilitado para trabalhar na administração de órgãos e serviços públicos de maneira ética, cooperativa, responsável e inovadora, buscando gerar soluções empreendedoras e criativas para questões atuais. Ele planeja, implanta e supervisiona projetos voltados para o desenvolvimento local ou regional. Também conhece a legislação do setor, contabilidade, técnicas de gestão e mercado financeiro.

Poderá atuar ainda nos níveis federal, estadual e municipal de governo, no âmbito executivo, no legislativo ou no judiciário, assim como em instituições do terceiro setor e da sociedade civil, fundações públicas e privadas, empresas públicas, associações de direito público e privado, ou quaisquer instituições que atuem direta ou indiretamente na área pública.

Há possibilidade de exercer essa atividade em organizações governamentais e não governamentais, assim como em consultorias, fundações voltadas à promoção de ações de responsabilidade socioambiental e organizações multilaterais, como a Unesco e o Banco Mundial. É possível atuar, ainda, em instituições de ensino e pesquisa.

Quanto ganha um profissional formado em Gestão Pública

Essa talvez seja a parte que mais vai animar quem ainda está em dúvida sobre cursar ou não a graduação de Gestão Pública. Exatamente pela amplitude de seu leque de atuação visto no tópico anterior é que, normalmente, é um profissional na área costuma receber ótimos salários. No entanto, a concorrência geralmente é muito alta, até porque, grande parte desses cargos são alcançados ou por meio de concursos públicos ou cargos de confiança.

De acordo com o site Love Mondays, o salário médio gira em torno de R$ 9 mil. No entanto, em termos de remuneração, como concursado, o salário inicial nem sempre é alto e pode demorar a aumentar, mas pode chegar se elevar bastante ao longo da carreira. Já o cargo comissionado tem um salário inicial alto, mas que se mantém estável.

No âmbito municipal, atuando diretamente em secretarias, a remuneração inicial costuma ser de cerca de R$ 2.000,00. No estadual, a média é de R$ 4.500,00. A média inicial nas carreiras federais também são bem atraentes, com vencimentos iniciais de cerca de R$ 11 mil. Já nas concessionárias de serviços públicos, fundações empresariais e ONGs, gestor público pode receber entre R$ 3 mil e R$ 7 mil.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com