Negócios em Foco

Lume Tecnologia lança solução para emissão de Nota Fiscal eletrônica e cupom fiscal


Curitiba/PR 03/08/2018 13h48

De acordo com dados da Receita Estadual de Londrina, 60% das empresas paranaenses ainda não estão utilizando a nova versão da nota fiscal. Se você faz parte dessa estatística, já pode resolver essa questão com a nova solução para emissão NF-e e cupom fiscal da Lume Tecnologia.

emissão nota fiscal eletrônica 4.0 - shutterstock

De acordo com dados da Receita Estadual de Londrina, 60% das empresas paranaenses ainda não estão utilizando a nova versão da nota fiscal. Se você faz parte dessa estatística, já pode resolver essa questão com a nova solução para emissão NF-e e cupom fiscal da Lume Tecnologia. A principal característica dessa plataforma online, chamada Comprove, é a rapidez na emissão da NF-e 4.0. Além disso, ela também possui fácil acesso e atende a todos os regimes tributários.

"Outra vantagem importante dessa solução para emissão NF-e e cupom fiscal é o seu custo-benefício. A plataforma permite a emissão de quantas notas fiscais forem necessárias, tendo um dos melhores preços do mercado e não cobrando taxa de instalação. Sem falar que você não corre o risco de perder nenhum dado, pois é tudo salvo na nuvem. Além disso, as atualizações são feitas automaticamente e o serviço fica disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana". Rogério Nagata - especialista em TI da Lume Tecnologia.

Por que devo fazer essa migração?
Já está em vigor a lei da obrigatoriedade a emissão da NF 4.0. As empresas que não realizarem a migração não conseguirão mais emitir o documento e ainda poderão sofrer penalidades.

O que mudou?
Com a NF-e 4.0, os empresários podem notar algumas mudanças no layout do documento, nas categorias e em dados que precisam ser inseridos. Por exemplo, a forma de pagamento, que antes era apenas à vista ou à prazo, agora também poderá ser com dinheiro, cartão de crédito e débito ou cheque. Outra alteração importante é a chegada do protocolo TLS 1.2, substituindo o SSL por questões de segurança. Além disso, também existem alterações nos campos de controle de IPI e ICMS, rastreabilidade de produtos, entre outros.

Quem deve migrar?
Se você possui uma empresa que precisa emitir este documento para a comercialização de produtos ou prestação de serviços, certamente deverá usar a NF-e 4.0. Ou seja, todas as empresas. Inclusive, pessoas físicas deverão migrar para essa nova versão.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com