Negócios em Foco

Embracon cresce acima do mercado em consórcio de veículos leves


São Paulo - SP 16/10/2019 10h18

Modalidade foi responsável pela injeção de R$ 11,65 bilhões no setor automotivo, e um a cada quatro veículos leves é vendido por meio de consórcio no Brasil

A Embracon, administradora que atua há mais de 30 anos no segmento de consórcios, alcançou um crescimento de quase 20% nas vendas de novas cotas de consórcio de veículos leves (automóveis, camionetas ou utilitários) no primeiro semestre deste ano. No mesmo período, o mercado cresceu 11,32%, segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC). Esse desempenho é resultado dos investimentos que a empresa vem fazendo desde 2015 em inovação, aprimoramento da experiência do cliente e expansão da marca para a conquista de novos mercados.

O aumento nas adesões e contemplações dos consórcios de veículos leves vem contribuindo para impulsionar o setor automotivo. De janeiro a junho de 2019, números da ABAC mostram que, aproximadamente, um a cada quatro veículos novos comercializados no país foram adquiridos por meio dessa modalidade. Isso foi possível uma vez que 286 mil consorciados foram contemplados e tiveram a oportunidade de utilizar R$ 11,65 bilhões em crédito para comprar um veículo leve.

O potencial de participação dos consórcios nas vendas de veículos é diferente dependendo das regiões do país. No Nordeste, esse índice chega a 37,6%, seguido do Centro Oeste, com 33,8%, e Sul, 30,3%. Os Estados que lideram a utilização de consórcio para a compra de veículos leves são: Bahia (53,7%), Tocantins (53%) e Goiás (44,2%).

“Cada vez mais o consórcio vem se tornando a modalidade escolhida pelos brasileiros para adquirir bens e serviços. Comprar um carro está no plano de muitas pessoas e o consórcio o torna possível por apresentar preços competitivos, e parcelas e prazos flexíveis, quando comparado a outras opções de crédito do mercado”, destaca Luís Toscano, vice-presidente de Negócios da Embracon. “Além disso, a modalidade ajuda a movimentar o segmento automobilístico, uma vez que o valor da carta de crédito disponibilizada aos consorciados é injetada no mercado”, finaliza.

Atualmente, o segmento de veículos leves representa cerca de 51% do mercado de consórcios. Até junho deste ano, esse segmento registrou 3,71 milhões de participantes ativos, o que significa um aumento de 3,9% em comparação com o mesmo período de 2018. Outro ponto é que as adesões aumentam mês a mês. Mais de 617 mil novas cotas de consórcio de veículos leves foram comercializadas no primeiro semestre deste ano, volume 11,32% superior às 554,5 mil novas cotas registradas em relação ao ano passado.

Mercado

Os reflexos da contribuição do segmento de consórcio para as vendas de veículos podem ser observados nos dados do mercado. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), os licenciamentos de veículos leves registraram aumento de 11,9% e passaram de 1,17 milhão no primeiro semestre de 2018 para 1,31 milhão no mesmo período de 2019.

Os resultados apresentados pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos (Fenabrave), entidade que representa os concessionários, confirmam a tendência, uma vez que apontam para a venda de 208,1 mil de veículos leves no primeiro semestre de 2019, número 10,7% superior aos 187,8 mil comercializados no primeiro semestre de 2018.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com