Negócios em Foco

Avaya auxilia empresas brasileiras no desafio de migrar rapidamente para o trabalho remoto durante a pandemia


São Paulo 15/06/2020 16h31

A empresa forneceu mais de 73 mil licenças gratuitas de soluções para trabalho remoto para apoiar empresas em todo Brasil

A Avaya Holdings Corp. (NYSE: AVYA), líder global em soluções para aprimorar e simplificar as comunicações e a colaboração, tem se unido a vários clientes no Brasil para, juntos, enfrentarem a difícil situação imposta pela pandemia do coronavírus. Por meio da cessão de licenças gratuitas, a empresa empoderou em todo o mundo 2 milhões de profissionais - de mais de 11 mil organizações - a trabalhar nas suas casas. No mundo todo, a companhia está auxiliando instituições de ensino, organizações filantrópicas, corporações e outros com licenças gratuitas dos seus produtos.

No Brasil, não foi diferente; foram cedidas mais de 73.400 licenças gratuitas para mais de 50 companhias, em vários setores da indústria. Alguns exemplos são compartilhados a seguir.

O CIEE - Centro de Integração Empresa-Escola, uma associação civil de direito privado sem fins lucrativos e de fins não-econômicos localizada em São Paulo, é uma delas. Um dos seus principais desafios era mobilizar, em apenas duas semanas, cerca de 600 agentes para trabalhar remotamente, em dois turnos, usando as mesmas ferramentas que utilizavam presencialmente. O CIEE ainda não estava adequado ao trabalho remoto para os agentes, e, com a concessão de licenças específicas para esse modus operandi pela Avaya, foi possível transpor, de maneira simplificada, esse desafio tecnológico. Foram cedidas licenças para o serviço de agente remoto por um período de 90 dias, e o time da Avaya ficou à disposição para os ajustes técnicos necessários para essa mudança.

"Percebemos que o home office é uma saída estratégica importante e produtiva para conseguirmos prestar serviços de qualidade em tempos de crise ou não. Ao término da pandemia, reavaliaremos, em conjunto com nossa área de Recursos Humanos, nossas necessidades sob vários aspectos, incluindo o trabalho presencial", declara Silvio Soares, gerente de Tecnologia e Suporte do CIEE. "Nossa parceria com a Avaya tem sido estratégica e trazido muitos ganhos; conseguimos agilizar as ofertas e os processos de abertura e fechamento de vagas de estágio e aprendizagem."

Já a T-Systems, uma das maiores empresas provedoras de serviços de TI e Comunicação (TIC) do mundo, com presença em mais de 20 países e com mais de 37 mil colaboradores, teve como maior desafio no Brasil garantir o home office funcional para mais de 2 mil colaboradores, 5% dos quais pertencentes às equipes de Service Desk e Field Service, sem impactar seus clientes.

"Apesar da nossa operação já ser preparada para o trabalho remoto, garantir a infraestrutura e transição sem impactos foi uma operação tensa, porém realizada com sucesso", comentou Erik Melchör, CIO da T-Systems Brasil. "Antes da quarentena, estávamos rodando dois projetos importantes, ambos críticos para nossa estabilidade operacional e adaptação aos novos modelos de negócios. Conseguimos garantir a operação dos 100 colaboradores que atuam em Service Desk e Field Services, redefinindo processos e ferramentas para evitar qualquer impacto no suporte aos nossos colaboradores e clientes."

Para o executivo, o papel da Avaya foi crucial nessa transição, primeiro por garantir o engajamento dos seus profissionais no seu projeto de migração, sempre se adequando às novas necessidades e aos desafios que surgiram durante a jornada, e também fornecendo suporte e mobilidade para a operação, disponibilizando e configurando soluções para agentes e equipe corporativa. "Esse novo futuro ainda é incerto para a grande maioria das organizações, e o período de quarentena nos fez refletir sobre nosso modelo operacional e como podemos inovar daqui em diante. O que podemos garantir é que teremos um novo modelo de trabalho, muito mais ágil e colaborativo."

A Callink é uma empresa de atendimento a clientes, que suporta empresas financeiras, bancos e empresas de telecomunicações, ou seja, companhias que necessitam de muita segurança. "Nossa mudança foi radical: em menos de uma semana, colocamos cerca de 2 mil pessoas para trabalhar em home office, 70% do nosso efetivo, oferecendo equipamento, cursos on-line e treinamento. Mantivemos, assim, o distanciamento social no nosso site e o alto nível de segurança exigido pelos nossos clientes", diz Thiago Castro, Diretor de TI da Callink.

Nesse cenário, a Avaya tem sido uma parceira importantíssima para a empresa, que sempre pensou no lado humano, concedendo licenças e auxiliando na implantação das ferramentas para que os agentes pudessem trabalhar de casa normalmente. "Em um período em que muitos estão demitindo, a Callink contratou cerca de 1.600 pessoas, sendo que 70% delas já começaram no modelo de home office. Criamos uma nova empresa, com um novo jeito de trabalhar. E agradecemos à Avaya, que fez diferença pela disponibilidade, agilidade e pelo tempo de resposta."

Como pontua Marcio Rodrigues, presidente da Avaya Brasil, a companhia deu, na perspectiva global, um passo fundamental no que tange a preocupação social, apoiando os clientes na transição dos recursos para o modelo de home office. "O suporte foi além da tecnologia: foi compartilhar como a Avaya atua no dia a dia, mostrando que é possível dar continuidade aos negócios mesmo trabalhando de casa. A maior prova disso é que fizemos a transição de 100% dos nossos colaboradores da noite para o dia, e nenhum dos nossos clientes sentiu qualquer impacto", comenta o executivo. E finaliza: "A mensagem que fazemos questão de destacar é que nossos clientes podem contar conosco sempre."

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com