Negócios em Foco

Engajamento Mobile - como melhorar a performance dos aplicativos?


São Paulo - SP 17/12/2019 09h15

Photo by Saulo Mohana on Unsplash

A previsão otimista do mercado mobile: crescimento de 35% em 2019 e 34% em 2020, batendo os R$ 103 bilhões, segundo dados da Ipsos, ajudam a explicar o investimento de grandes e pequenas redes varejistas em aplicativos próprios.

No entanto, com a oportunidade de aumentar as vendas online e fortalecer o relacionamento digital com seus clientes vem o desafio de melhorar a performance dos aplicativos.

Além da concorrência, outros fatores condicionantes exigem estratégia direcionada de mobile marketing. Primeiro tem a barreira de baixar os aplicativos, depois que os usuários permaneçam com eles instalados e, sobretudo, ativos e engajados - realizando pesquisa, verificando disponibilidade de produtos nas lojas físicas e, claro, comprando.

Mas, entre tantos aplicativos no mercado, como se manter entre os mais utilizados? Para o melhor aproveitamento dos aplicativos, as empresas precisam seguir algumas práticas que comprovadamente fazem a diferença em retenção, engajamento e faturamento. A equipe da Flowsense, plataforma de mobile engagement, compartilha algumas dicas para que as empresas que desejam investir nos seus apps como canal digital de vendas e relacionamento devem ficar atentas:

1) Não queimar o canal: a principal ativação entre marcas e usuários de aplicativos ocorre pelo push (notificações pelo aplicativo), ferramenta estratégica por permitir a comunicação em tempo real e análises de métricas mais precisas. Mas o push notification deve ser bem pensado para ser relevante para o cliente. Se impactamos o cliente excessivamente, ele pode bloquear notificações ou mesmo desinstalar o app. Ou seja, há uma correlação entre número de notificações gerando aumento de receita – mas podendo gerar mais desinstalações.

O grande desafio é que esse equilíbrio é muito particular por app, e, mais ainda, por usuário. É necessário usar uma ferramenta com tecnologia e inteligência que ajude a compreender a aceitação de cada usuário a notificações e a otimizar a frequência e o momento de envio.

2) Personalizar a mensagem e frequência: nos apps, mais do que em outros canais, os usuários esperam um relacionamento humano. Assim como nas relações pessoais, existem momentos em que queremos mais proximidade, e outros em que preferimos menos contato. Ao mesmo tempo, ao compartilhar suas informações e preferências com apps, usuários esperam ser tratados individualmente e não de forma massiva e fria.

A boa notícia é que os aplicativos são o canal que mais permite esse nível de proximidade e personalização. Novamente, é preciso juntar inteligência tecnológica e humana para gerar a dose certa de comunicação, além de poder juntar as informações certas e personalizar o relacionamento.

3) Respeitar as preferências e a privacidade do cliente: com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Se por um lado o app permite toda essa proximidade gerada por dados e pela inteligência humana aliada à artificial, por outro é preciso garantir que o lado humano também pese no tratamento ao cliente. Respeitar suas preferências de compartilhamento de dados e de envio de mensagens; coletar apenas dados que sejam relevantes para o negócio e dar a eles tratamento adequado em termos de segurança e anonimização são alguns dos pontos mais importantes nessa frente.

Experiências positivas para os clientes

As orientações da Flowsense são fruto de sua experiência em mobile engagement. A empresa foi premiada em 2019 como a líder do ranking 100 Open Startups 2019 na categoria Big Data e vencedora do Innovation Awards Latam na categoria Adtech, entre outros reconhecimentos de mercado. Para André Bain, co-founder e CEO da Flowsense, “Quando as empresas entendem a importância de utilizar seus aplicativos como um canal gerador de experiências positivas para o cliente, o resultado é também de mais receita e economia de custos para a empresa”.

Importante considerar que a maturidade mobile necessária para atingir engajamento, retenção e faturamento, dependerá, sobretudo, de conhecimento, tecnologia adequada, estratégia e preceitos de privacidade e personalização.

Sobre a Flowsense

A Flowsense é uma plataforma de mobile engagement que ajuda as empresas a entenderem a jornada dos usuários de aplicativos e se comunicarem de forma efetiva e realmente impactante para o seu público, gerando resultados reais e mensuráveis. Sua missão é despertar conexões entre organizações e pessoas usando dados de forma inteligente e humana. Com suas soluções, as empresas clientes contam com todo o suporte para avaliação de dados (como localização, comportamentos, hábitos, preferências de consumo entre outros) e planejamento. Com esses insumos, a Flowsense é capaz de propor as estratégias mais assertivas para o relacionamento entre empresa e consumidor criando, dessa forma, engajamento e atingimento de objetivos. Os serviços oferecidos beneficiam a viabilização de estratégias de negócio nas empresas em áreas como CRM, marketing, vendas, inovação, entre outras.

Com clientes como Bradesco, Dotz, Banco Carrefour, Americanas e UOL, a Flowsense registra números relevantes como mais de 100 apps atendidos e mais de 60 milhões de usuários analisados em sua base, que cresceu setenta vezes nos últimos dois anos.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com