Negócios em Foco

Rodapé: qual o tamanho ideal?


São Paulo, SP 16/02/2018 16h00

Descubra como escolher o rodapé ideal para o acabamento da sua decoração.

Um dos assuntos mais importantes de uma reforma e construção são os acabamentos, afinal eles fazem toda a diferença no resultado final. E falando em acabamentos para pisos, os rodapés deixaram de ser apenas uma proteção para se tornarem peças decorativas capazes de transformar o ambiente.

Com tantas opções de alturas e detalhes, sempre surge aquela dúvida: qual o tamanho certo do rodapé? E para não errar na escolha e evitar possíveis dores de cabeça, preparamos algumas dicas para lhe ajudar nessa empreitada. Não deixe de conferir.

Como escolher o certo?

Qual é a altura ideal para o rodapé? Ele deve combinar com o piso laminado? Ou com as paredes e batentes? A verdade é que não existe certo ou errado. Quando o assunto é decoração, o bom senso deve ser seu guia.

A ideia é que o rodapé seja pensado junto com os outros acabamentos, como pisos, portas e guarnições, e sua altura varia conforme a proposta.

As alturas mais procuradas são de 10 cm, 15 cm e 20 cm. Mas arquitetos apostam em rodapés com 30 cm de altura ou mais, se valendo, principalmente, da sobreposição de peças.

Leve em conta a altura do pé-direito. Ambientes com pé-direito mais baixos ficam mais harmoniosos com rodapés de 10 cm ou 15 cm. Já os espaços mais amplos e altos combinam perfeitamente com os modelos mais altos.

Se você procura um ambiente mais clean, a nossa dica é apostar nos modelos altos semilaqueados de branco, combinando com as portas e guarnições no mesmo acabamento. Assim o rodapé pode disfarçar os pontos elétricos, pois todas as tomadas estão na faixa lisa do rodapé.

Já para quem procura um ambiente mais despojado, invista em um rodapé de altura média da mesma madeira do piso e das portas, deixando o ambiente quente e aconchegante.

Tipos de materiais

Vimos que com um pouco de senso e bom gosto é possível escolher um rodapé que seja feito de um material diferente do seu piso. Mas, nesse caso, é preciso levar alguns fatores em consideração:

- nível de resistência a choques;
- nível de resistência a umidade;
- possibilidades de acabamento.

Confira agora alguns dos modelos mais usados nas decorações:

Madeira: é o modelo mais tradicional e perfeito para ambientes com decoração clássica. O ponto fraco desse material está na durabilidade, já que a madeira é suscetível a cupins e umidade. Além disso, ela possui aplicação restrita, podendo ser utilizada somente em áreas secas, como salas e quartos.

Cerâmica: disponível em diversos tamanhos e numa ampla gama de cores. Seu material versátil pode ser instalado em ambientes secos e úmidos.

Sua grande vantagem está no preço, já que a cerâmica tem valor mais baixo. Por isso, o rodapé de cerâmica pode ser uma boa opção para quem busca economizar na obra ou reforma.
PVC: excelente durabilidade, mantendo-se em bom estado por mais tempo. Há diferentes cores de rodapé PVC, o que possibilita inovar na decoração e trabalhar com tonalidades que fogem do óbvio.

Granito, mármore e porcelanato: os rodapés de pedra estão entre os favoritos quando a ideia é tornar o ambiente mais sofisticado. São versáteis e podem ser instalados em áreas secas ou molhadas, como salas, cozinhas e banheiros.

Gostou das nossas dicas? Temos certeza de que sua decoração vai ficar perfeita com esses truques. Não perca tempo e confira agora mesmo a melhor seleção de materiais para acabamentos de piso.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com