Negócios em Foco

Período de Páscoa alerta para cuidados com a saúde dos grupos especiais


Cuiabá, MT 22/03/2018 14h19

É necessário a realização de exames rotineiros para medir os indicadores de controle das doenças

Durante a Páscoa, as pessoas costumam desenvolver sentimentos conflitantes, como o prazer por ganhar ovos de chocolate e o remorso por ingeri-los em excesso. Para manter a consciência pesada longe, os especialistas recomendam consumir esse alimento com moderação e ficar de olho aos cuidados com a saúde.

Segundo o Dr. Sérgio Vencio, médico endocrinologista que compõe o corpo clínico do Laboratório Cedic Cedilab, o chocolate apesar de conter gordura, também possui propriedades antioxidantes que trazem benefícios à saúde cardiovascular e que auxiliam na diminuição do colesterol ruim e da pressão arterial, além de conter uma substância que melhora o bem-estar e alivia a tensão. "Se consumido em excesso, o chocolate pode provocar alergia e mal-estar. Além disso, como possui muito açúcar, e tem o índice glicêmico alto, pode gerar agitação e insônia, principalmente em crianças", explica.

O especialista alerta quanto aos riscos da ingestão do alimento por grupos especiais com restrições alimentares, como é o caso dos diabéticos e dos alérgicos (à proteína do leite ou intolerantes à lactose). "Para os diabéticos tipo 1 [que usam insulina], o consumo em excesso pode até levar ao coma, pois o açúcar é absorvido rapidamente. Na hora de comer, devem optar por chocolates diet, mas sempre de olho no aumento da glicose, que pode ser compensada com a aplicação de insulina. Já no diabetes tipo 2, há menos risco, pois há produção de insulina, mas o consumo de chocolate aumenta muito o peso", esclarece o médico.

De acordo com Vencio, é recomendado que os diabéticos realizem rotineiramente alguns exames para medir os indicadores de controle da doença. "Nessas situações, os procedimentos receitados pelos especialistas são o teste lipídico, que analisa os níveis de colesterol e triglicerídeos; a medição de glicose e insulina; além do controle da pressão arterial."

Para os alérgicos, o Dr. Sérgio Vencio indica a substituição por alternativas que não choquem com a limitação alimentícia de cada um. Assim, os intolerantes à lactose devem ingerir apenas chocolates que não tenham adição de leite e, aqueles com alergia à proteína do leite, a preferência deve ser por chocolates à base de soja. "Os exames indicados para esse grupo são a curva glicêmica, o teste de intolerância à lactose e os testes de alérgicos em geral", conclui.

O Laboratório Cedic Cedilab disponibiliza os exames para diabéticos, alérgicos e intolerantes. Para informações sobre unidades e serviços, entrar em contato com o Atendimento ao Cliente no (65) 3319-3319.

Sobre o Cedic Cedilab
Atuante na área de medicina diagnóstica em Mato Grosso, o Cedic Cedilab possui mais de 20 anos de tradição na oferta das melhores soluções em exames laboratoriais e diagnóstico por imagem em um só local, garantindo conforto e conveniência ao paciente. São mais de três mil tipos de procedimentos oferecidos em seis unidades de atendimento em Cuiabá e Várzea Grande. Todos eles são garantidos e acreditados por programas como PALC (Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos) e o PELM (Proficiência em Ensaios Laboratoriais). Para mais informações acesse o site www.cediccedilab.com.br ou entre em contato com o Atendimento ao Cliente no (65) 3319-3319.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com