Negócios em Foco

O que o livro O Inferno é Verde faz com a Lava Jato?


Curitiba - PR 08/03/2018 14h22

O agente especial de um força tarefa internacional investiga o tráfico de drogas entre guerrilhas e traficantes na selva. Participam da trama, uma índia, paramilitares treinados pelas FARC, onças e sucuris. Com uma estrutura de inteligência que envolve drones e robôs virtuais O Inferno é verde inicia na Amazônia e termina em Curitiba, terra da Lava Jato. Recortes da atualidade mostram que nem tudo o que parece óbvio é uma evidencia.

Imagem da capa do livro: O Inferno é Verde. - Editora Garcia

Do alto e de longe, a floresta amazônica mostra o verde da natureza, da esperança e da liberdade. De perto ela revela o inferno do calor da mata, dos perigos e do tráfico de drogas. A distância, personagens como Lula parecem não ter cometido crimes. Na proximidade, pedaços da realidade geram convicções de culpa. O herói pode ser bandido, o bandido pode ser herói.

Um romance policial e psicológico sobre tráfico de drogas em guerrilhas na Amazônia pode suscitar ressignificados à Lava Jato?

É o que acontece com O Inferno é Verde. Silveira conta a história da Operação Green Hell, força tarefa criada por uma agencia internacional de inteligência para investigar o tráfico de drogas na selva amazônica. Personagens trilham a narrativa em identidades dualistas opostas e irredutíveis entre si. Blanco é o amigo de deputados, diplomatas, juízes e ao mesmo tempo o traficante mor, o torturador, o estuprador. Roger Nolan o protagonista da trama é agente especial, mas como Lucas Anderson é alguém comum. A existência simultânea e conflituosa de coisas, sentimentos e sensações acompanha o enredo. Agentes não podem se amar, não podem viver juntos. Apaixonar-se por uma índia nua e selvagem é uma sensação prazerosa e ao mesmo tempo conflituosa em suas renúncias.

O maior escândalo de corrupção de todos os tempos não é apenas uma indagação do jornal britânico The Guardian. No Inferno é Verde ele é cenário de inspiração com menções a personagens e fatos da Lava Jato. Nelson Moore o Delegado do Conselho Executivo da 3-i é uma espécie de consciência da trama. Se ele vê o Juiz Sergio Moro, como isento, equilibrado e justo, também não fecha os olhos às críticas de parcialidade e tendenciosidade. Fatos ou crenças, idolatria ou execração, conflito por certo. A 3-i serviço de inteligência integrada por várias nações no combate ao crime repudia ideologias separatistas e xenófobas. Sobra para Donald Trump em sua provocação ao mundo por um nacionalismo arbitrário, perigoso e incoerente.

O Inferno é Verde é um romance singular onde a ficção se parece com a realidade e a realidade se parece com a ficção. Silveira nos conta uma história, nos pergunta e nos faz questionarmos a nós mesmos.

O Inferno é Verde é publicado pela Editora Garcia. O lançamento oficial para Curitiba, acontece no dia 15 de março as 19h30 hrs, nas Livrarias Curitiba do Shopping Barigui.

Contato com o autor: Reginaldo Daniel da Silveira 41 996801231 E-mail: reginaldodaniels@gmail.com


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com