Negócios em Foco

eCommerce deve crescer 39% até 2022; confira dicas para aproveitar expansão


São Paulo - SP 11/06/2019 22h53

Com a popularização do eCommerce, setor tende a crescer, porém é preciso se preparar para efetivamente aproveitar a época de bonança

Fatores como a popularização do acesso à internet e a maior confiança nos canais digitais têm feito com que o comércio eletrônico cresça a um ritmo acelerado. Para 2019, a estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) é que a expansão do segmento seja de 16%. Da mesma maneira, o Relatório Global de Pagamentos 2018, da Worldpay, estima que sua expansão seja de 39% até 2022.

Por mais animadores que os números sejam, é preciso ter em mente que eles, por si só, não são capazes de garantir que qualquer empreendimento do setor seja bem sucedido. De acordo com especialistas, isso não dispensa a necessidade de estar atento às novidades e tendências do setor.

Certos segmentos dominam o cenário de crescimento

Ao empreender no ramo de eCommerce, é preciso ter em mente que alguns de seus segmentos geram mais retorno financeiro do que outros. Há, ainda, aqueles que têm um número maior de pedidos, e os que têm um ticket médio mais elevado que a média.

Entre os que faturam mais, o segmento que mais se destaca é o de telefonia e celulares, que abocanha quase 20% dos valor movimentado pelo comércio eletrônico. Ele é seguido pelos eletrodomésticos, com quase 18%, e pelos eletrônicos, com pouco mais de 11%.

Já no caso dos segmentos que acumulam um maior volume de pedidos, o de saúde, cosméticos e perfumaria é o que mais se destaca, reunindo 15% das compras. Em seguida, estão moda e acessórios (14,5%) e casa e decoração (10,9%).

Empresários devem preparar seus sites para aproveitar o período de bonança

Por mais que o investimento em um setor do eCommerce que tem um faturamento atrativo e/ou um bom volume de pedidos seja importante, isso não é tudo: independentemente do produto vendido, é essencial considerar as dicas para impulsionar as vendas do comércio eletrônico que os experts dão sobre o assunto. Isso é importante pois, à medida que mais empresas abraçam o setor, mais acirrada fica a competição.

SEO é essencial

De acordo com a Connected Life, 74% dos consumidores brasileiros fazem pesquisas online antes de tomar uma decisão de compra. Na prática, isso significa que o investimento na otimização de mecanismos de busca (ou SEO, conforme a sigla inglesa) é cada vez mais importante.

O comércio eletrônico não é exceção. No caso desse setor, especialistas indicam o uso de técnicas como o link building com URLs variadas (os algoritmos veem essa técnica com bons olhos), a melhora em aspectos técnicos do site (obtenção de certificados de segurança, redução no tempo de carregamento, etc) e a otimização para aparelhos móveis, como smartphones (as estatísticas comprovam que eles lideram os acessos à internet).

É preciso se preparar para todos os tipos de consumidores

Com a popularização do acesso à internet, cada vez mais pessoas têm usado a rede para a realização de atividades cotidianas variadas, incluindo compras. Por esse motivo, quem vende produtos e serviços pela internet deve se preparar para atender os mais variados tipos de consumidores.

Na prática, isso significa que o seu site deve estar preparado para lidar tanto com aqueles que compram por impulso quanto com consumidores que pesquisam extensivamente antes de concretizar sua decisão de compra - ou seja, é fundamental que haja tanto informações detalhadas sobre os produtos quanto botões chamativos para fechar a compra.

Da mesma maneira, é fundamental que os anúncios online da loja sejam adequados para ambos os perfis. Isso pode ser feito, por exemplo, por meio do investimento tanto em marketing de conteúdo quanto em links patrocinados.

Eventos podem trazer boas vendas

Copa do Mundo, Olimpíadas e Carnaval. Essas são apenas algumas das muitas ocasiões especiais que movimentam o comércio sempre que se repetem. Por esse motivo, é fundamental que todo e qualquer proprietário de eCommerce esteja atento a elas - e a todas as oportunidades trazidas.

Por exemplo: no caso de um evento esportivo, é possível fazer promoções envolvendo camisas de times e outros itens, bem como petiscos e bebidas que costumam ser consumidos por quem os assiste. Já no caso do carnaval, o reforço do estoque de fantasias e a sua venda por preços competitivos cai bem.

Vale ressaltar que, mais uma vez, investir em anúncios é fundamental. Portanto, vale a pena criar campanhas elaboradas que tenham apelo verbal e de imagem, especialmente para essas datas,.

Recursos visuais saltam aos olhos do consumidor

De acordo com especialistas, a tendência é que, nos próximos anos, o conteúdo presente na internet seja cada vez mais visual. Isso é importante pois o público, de modo geral, tem cada vez menos paciência para se concentrar em textos grandes. O seu eCommerce deve se adaptar a essa realidade, incluindo elementos visuais chamativos ao seu layout. Apesar disso, eles jamais devem sobrecarregar a tela, o que pode causar demora no carregamento e rejeição por parte do visitante.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com