Negócios em Foco

Tudo o que você quer saber sobre a Copa do Nordeste


São Paulo - SP 26/07/2018 10h20

Curiosidades e destaques de uma das competições mais empolgantes do país

Um dos campeonatos mais empolgantes dos últimos tempos chegou ao seu final já deixando saudades. A ​Copa do Nordeste 2018 teve seu fim no último dia 07 de julho de 2018, com a taça sendo disputada entre Sampaio Corrêa e Bahia. Foi a 15a edição da competição de futebol realizada na região mais “arretada” do Brasil.

Pela quarta vez seguida, o torneio foi organizado pela Liga do Nordeste em parceria com a CBF e contou com todos os nove estados da região. A competição teve transmissão dos canais Esporte Interativo (nas parabólicas, nas operadoras de TV por assinatura e em transmissões pela internet), além do SBT (em âmbito regional, com exceção de Sergipe).

Confira os participantes edição 2018

Foram, ao todo 16 participantes na edição 2018 da Copa do Nordeste divididos em quatros grupos. Como já dissemos, todos os estados da região participaram, no entanto, a seleção dos integrantes foi diferente desta vez. Veja como foi feita a classificação:

● 9 campeões estaduais deste ano;

● Os vice-líderes dos campeonatos baiano, pernambucano e cearense (por serem as três melhores federações do Nordeste segundo ranking da CBF);

● 4 equipes foram definidas em um mata-mata com os seis vice-campeões dos demais estaduais da região (excetuando o Ceará) e os terceiros colocados da Bahia e de Pernambuco.

No fim, as quatro chaves ficaram divididas da seguinte maneira:

Grupo A:

● Santa Cruz (PE)

● CRB (AL)

● Confiança (SE)

● Treze (PB)

Grupo B:

● Vitória (BA)

● ABC (RN)

● Globo (RN)

● Ferroviário (CE)

Grupo C:

● Bahia (BA)

● Botafogo (PB)

● Náutico (PE)

● Altos (PI)

Grupo D:

● Ceará (CE)

● Sampaio Corrêa (MA)

● CSA (AL)

● Salgueiro (PE)

Curiosidades da Copa do Nordeste 2018

No entanto, apesar do prestígio da competição vir crescendo a cada ano, o Sport, vice-campeão da Copa do Nordeste 2017, alegou divergências relativas à quantidade de datas e divisão de cotas e anunciou a saída do torneio deste ano. O Náutico chegou a acompanhar o Leão na decisão, mas voltou atrás. Por conta da saída do rubro-negro pernambucano, o Santa Cruz não precisoudisputar a seletiva e entrou direto na fase de grupos. Assim, a vaga que seria disputada pela Cobra Coral no pré-Nordestão foi repassada ao Belo Jardim.

As cotas de participação da Copa do Nordeste 2018 também chamaram a atenção. No total, esta edição distribuiu R$ 22,5 milhões, um valor superior R$ 3,9 milhões em relação à anterior. Na primeira fase da competição, os clubes foram divididos de acordo com o ranking da CBF. Assim, cada grupo dessa etapa teve um valor diferente a ser recebido. Ceará, Vitória, Bahia e Santa Cruz, que estão no Grupo 1, receberam as maiores cotas. Veja como foi a divisão das premiações:

Grupo 1: ​ R$ 1 milhão;

Grupo 2​: R$ 875 mil;

Grupo 3​: R$ 775 mil;

Grupo 4: ​ os times que passarem pelo mata-mata do Pré-Nordestão ficam com R$ 750 mil. Os eliminados nesta fase preliminar recebem R$ 250 mil;

Quartas-de-final​: R$ 450 mil;

Semifinal:​ R$ 550 mil;

Vice-campeão:​ R$ 600 mil;

Campeão:​ R$ 1,5 milhão.

Conheça um pouco da história da principal competição do Nordeste

Considerado um dos campeonatos regionais mais importantes do país, a Copa do Nordeste foi uma competição intermitente no calendário do futebol brasileiro em seus primeiros anos. Organizada oficialmente pela primeira vez em 1994, o torneio foi disputado continuamente entre 1997 e 2003, época em que passou a ser organizado pela CBF. Retornou novamente, de forma frequente ao calendário do futebol brasileiro, em 2013.

O Vitória é o maior vencedor do "Nordestão", com quatro títulos (1997, 1999, 2003 e 2010). Entre as edições de 1997 e 1999, o campeão garantia uma vaga na Copa Conmebol. A partir de 2014, o ganhador teve direito a uma vaga na Copa Sul-Americana. Em 2015, o vencedor também recebe o direito departicipar do torneio amistoso Troféu Asa Branca. A partir de 2017, a equipe que leva o título garante ainda vaga direta às oitavas de final da Copa do Brasil do ano seguinte.

O Campinense, campeão em 2013, foi o único levantar a taça sem levar nenhum gol em seus domínios. O confronto mais vezes repetido em toda a história da competição é entre Vitória e América de Natal, com 21 jogos. O América, por sua vez, é também a única equipe que esteve em todas as edições do torneio.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com