Negócios em Foco

ABComm apresenta otimismo para o e-commerce no 2º semestre de 2018


São Paulo - SP 17/07/2018 16h43

Divulgação

Estudos feitos pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) indicam que o 2º semestre de 2018 será ótimo para o e-commerce brasileiro, mesmo após o mercado enfrentar a greve dos caminhoneiros.

Publicada no dia 2 de julho, a previsão da ABComm aponta para um faturamento de R$ 37,9 bilhões, o equivalente a 15% a mais do que no ano passado entre os meses de julho e dezembro.

Estima-se que o ticket médio será de R$ 310, esse seria o valor médio de cada compra feita por residentes brasileiros no comércio eletrônico.

Os números altos nas vendas tendem realmente a crescer sempre no segundo semestre, já que envolvem datas importantes para o setor como o Dia dos Pais, a Black Friday, o Natal e até mesmo a liberação do décimo terceiro salário no fim do ano.

O pior já passou

A greve dos caminhoneiros começou no dia 21 de maio e se estendeu por 10 dias, atrasando milhares de entregas de produtos de vendas online, um golpe pesado para os lojistas e consumidores.

Agora que o pior já passou, será que as eleições de outubro serão um obstáculo para o comércio digital no Brasil? De acordo com a ABComm, esse não será um problema.

As eleições não influenciam nas vendas de produtos pela internet, mas sim na taxa de câmbio do período, nada que provoque uma repercussão ruim a ponto de causar um distúrbio nos faturamentos.

O setor de e-commerce brasileiro atualmente está muito bem representado em vários setores com empresas experientes e flexíveis para tempos difíceis.

A influência da pesquisa do Google

As análises da ABComm revelaram que em 2017, 51% das compras online foram originadas pela pesquisa no Google.

Empresas que conseguem ficar na frente das buscas do Google levam vantagem com relação a outras, funciona assim:

As pessoas buscam palavras-chave a procura de produtos e tendem a clicar nos primeiros resultados.

O Google só deixa no topo das pesquisas os sites que possuem uma boa reputação e aqueles que são mais visitados e relacionados com o que foi procurado.

Por exemplo, ao buscar por “zattini é confiável”, a pesquisa no Google mostra o conteúdo mais relevante para o usuário, porém, se o termo de pesquisa for algo diferente como “comprar celular”, é a loja Submarino que aparece em primeiro.

O domínio dos smartphones

Ainda se tratando da análise da ABComm, entre os anos de 2016 e 2017 o número de compras online através de dispositivos móveis aumentou muito, foi de 22% para 31% e a tendência é que continue crescendo em 2018.

Isso mostra que os sites de e-commerce que não estão preparados para as telas pequenas irão ficar em desvantagem, sendo isso um fator muito importante para conquistar mais clientes pela internet.

Os números mostram que o comércio eletrônico é um caminho inevitável para uma empresa da atualidade que quer crescer e atender a todo o Brasil vendendo produtos.

Resumo: Projeções para os próximos meses no comércio eletrônico brasileiro são muito boas e nem mesmo as eleições ficarão no caminho do crescimento do setor.

Artigo enviado por Portal da Diva

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com