Negócios em Foco

Covid Radar lança site com recomendações para auxiliar empresas no enfretamento da pandemia


São Paulo 03/07/2020 18h05

Sondagem “COVID-19 – Retomada Econômica pela Perspectiva das Empresas”, realizada pelo grupo em parceria com a Edelman, serviu de base para recomendações

SÃO PAULO, JULHO DE 2020 – O Covid Radar, coletivo de empresas que se uniram para responder juntas aos desafios da pandemia de coronavírus no país, lança, nesta terça-feira (30), uma plataforma para a retomada econômica empresarial com ações que visam orientar executivos e empresários durante a crise. A plataforma pode ser acessada aqui.

As orientações foram desenvolvidas pelo grupo a partir dos achados da sondagem “COVID-19 – Retomada Econômica pela Perspectiva das Empresas”, realizada em parceria com a Edelman, agência global de comunicação e membro do coletivo, que ouviu 70 empresas de diferentes regiões, tamanhos e setores no Brasil, no período de 11 a 20 de maio de 2020, com o intuito de entender seus maiores desafios.

O levantamento mostra, por exemplo, que as principais dificuldades para a retomada econômica são: ter ações para fidelizar os clientes atuais e conquistar novos; gerenciar riscos; cuidar do bem-estar do colaborador e de sua saúde física e emocional; incorporar inovação e ter metas definidas de curto e médio prazo. Além disso, a sondagem revela que, na opinião dos entrevistados, os assuntos que mais sofrerão mudanças nesse “novo normal” serão: inovação e transformação digital; estratégia; bem-estar e saúde física/mental; gestão de riscos e gestão financeira.

Com isso, foram pensadas ações pragmáticas a partir de cinco pilares: Clientes, Eficiência, Gente, Inovação e Digital e Stakeholders. Em Eficiência, por exemplo, as dicas orientam para a implementação de ações para a proteção de caixa e para a manutenção da cadeia de suprimentos, entre outras.

“A plataforma foi criada por diferentes organizações para servir como uma bússola para que executivos montem seus planos de ação para a retomada a partir de suas realidades e problemáticas”, diz Marcelo Linguitte, Head de Parcerias Estratégicas e Captação de Recursos do Pacto Global da ONU e líder da Frente de Retomada do Covid Radar.

Mais sobre a sondagem

As microempresas são as mais pessimistas sobre os impactos da pandemia em seus segmentos de atuação, com 100% afirmando que a COVID-19 terá impacto negativo alto. Ao mesmo tempo, uma em cada quatro empresas em geral (micros, pequenas, médias e grandes) ainda não está utilizando nenhuma medida governamental para enfrentar à crise. De olho na retomada, a implementação de modelos de home office pós-pandemia é o principal ponto a ser discutido com o fim da crise. Saúde e bem-estar dos colaboradores, no setor de infraestrutura; novas formas de trabalho, no setor industrial; e transformação digital, no setor de serviços, surgem na sequência. A seguir os principais destaques da sondagem “COVID-19 – Retomada Econômica pela Perspectiva das Empresas”, realizado pelo Covid Radar em parceria com a Edelman, com 70 empresas de 11 a 20 de maio de 2020:

RETOMADA ECONÔMICA – FOCO NO HOJE

- 89% das organizações acreditam que a crise da COVID-19 terá impacto negativo em seu setor de atuação

- 100% das microempresas acreditam que a COVID-19 terá impacto negativo alto

- 44% das médias empresas acreditam que a COVID-19 terá impacto negativo moderado

- 66% das empresas do setor de infraestrutura acreditam que a COVID-19 terá impacto negativo moderado

- 48% das empresas do setor industrial e 46% das empresas do setor de serviços acreditam que a COVID-19 terá impacto negativo alto

- 31% das empresas acreditam que vai demorar entre um e dois anos para atingirem os mesmos níveis de resultado de antes da pandemia

- 1 em cada 4 empresas ainda não está utilizando nenhuma medida governamental para enfrentar à crise

RETOMADA ECONÔMICA – FOCO NO AMANHÃ

- Grande parte das organizações (89%) têm planos de retomada

- Quase todas as organizações (95%) acreditam que o sucesso no cenário pós-COVID-19 depende de estratégias conectadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU

- 5 principais ações críticas para retomada mais citadas:

1.Ter ações para fidelizar os clientes atuais e conquistar novos

2.Gerenciar riscos

3.Bem-estar dos colaboradores e saúde física e emocional

4.Incorporar inovação

5.Ter metas de curto e médio prazo

- Home office é o principal ponto a ser levado em conta pós-pandemia. Saúde e bem-estar dos colaboradores, no setor de infraestrutura; novas formas de trabalho, no setor de indústrias, e transformação digital, no setor de serviços, surgem na sequência

PERFIL DAS EMPRESAS

- 70 empresas participantes

- 51% grande empresa; 23% média empresa; 13% pequena empresa; 7% micro empresa; 6% preferiu não opinar

- 76% empresas do Sudeste; 16% empresas do Sul; 4% empresas do Nordeste; 3% empresas do Centro-oeste; 1 % empresas do Norte

- 59% serviço, 33% indústria e 8% infraestrutura

A pesquisa pode ser acessada aqui.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com