Negócios em Foco

Novos negócios: funerais modernos e luxuosos em alta no mercado


Rio de Janeiro - RJ 26/06/2018 10h44

Modelos de negócios cemiteriais têm em vista clientela com ideias progressistas em relação a morte

Músico dá requinte ao velório - Divulgação

O velório-homenagem de Caetana, personagem de Laura Cardoso na novela global O Outro Lado do Paraíso, foi uma das cenas mais comentadas nas redes sociais do último capítulo da trama. Ao hit de Pabllo Vittar, os presentes participaram da despedida regada à bebida, música e estilo próprio. Da ficção para a realidade, a era moderna bate à porta do mercado mais conservador, rompendo paradigmas e reinventando estratégias comerciais, através da inovação tecnológica e da criatividade. A modernidade vem ao encontro de um setor que está em franco desenvolvimento. Nos últimos cinco anos, o mercado fúnebre brasileiro cresceu cerca de 20%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o órgão, as atividades de gestão e manutenção de cemitérios, cremação e funerárias movimentam uma receita líquida de R$ 1,2 bilhão. A força do setor também pode ser vista na geração de empregos, que aumentou cerca de 150% em dez anos, de acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

Os novos modelos de negócios cemiteriais têm em vista a clientela com ideias progressistas com relação a morte. No Rio de Janeiro, um dos campos santos mais tradicional da cidade, o Crematório e Cemitério da Penitência (1875), passa por processo de modernização, com pretensão de ser o mais avançados complexo do país. O investimento de R$ 100 milhões inclui a ampliação da área construída e, especialmente, a implantação de serviços vips e personalizados.

Com o status de quem abriga grande parte da colônia portuguesa que veio para o Brasil no período Imperial, o Crematório e Cemitério da Penitência está revigorando a sua estrutura para atender a despedidas glamourosas. As alternativas para incrementar a partida de quem se ama são personalizadas. Os velórios podem ser otimizados com músicos (flautista, saxofonista ou violinista), chuva de pétalas de rosas, cenários temáticos (céu e mar), leitura de carta pessoal (espécie de curriculum do que o falecido construiu em vida) e a solenidade, transmitida online. Tem até transformação de cinzas em diamantes e pingentes.  

O tom de glamour vai depender do desejo do contratante, que terá à disposição uma capela ecumênica no modelo de anfiteatro. “Fazemos convites para a cerimônia especial de bênção. Nossa proposta é homenagear quem se foi, já que são importantes para a família. É, justamente, a família quem nos ajuda a desenhar esse cerimonial”, diz Alberto Brenner Junior, administrador do Cemitério de Penitência.

A produção não termina no velório. A urna pode ser conduzida até o jazigo um carro modelo limousine. Tem ainda as cerimônias especiais de aniversário de mês e ano de falecimento – Forever Premium e Forever Master. Nelas acontecem a reconstrução da vida do falecido em vídeo, cujo roteiro enfoca seus gostos, hobbys, amigos e objetos pessoais.

“Entendemos que os cemitérios devem ser centros de conveniência completos. Trabalhamos com o conceito de one-stop-shop, que é tendência em países de primeiro mundo e traz grandes benefícios para as famílias enlutadas. Ofertamos todos os tipos de serviço do setor em um mesmo lugar, evitando a já conhecida via crúcis enfrentada pelas famílias no Rio de Janeiro para resolverem as questões relativas ao enterro de seus entes”, lembra Rafael Azevedo, um dos diretores do Cemitério da Penitência.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com