Negócios em Foco

Como os estudantes querem morar na hora de sair de casa para estudar


Juiz de Fora, Minas Gerais 16/01/2019 14h27

Volta às aulas movimenta mercado imobiliário, mas é preciso cuidado ao escolher onde morar

Mercado imobiliário e os estudantes - Souza Gomes Imóveis

Só no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, mais de 5,5 milhões de estudantes tentaram garantir uma vaga no ensino superior. Enquanto isso, matriculados no Ensino Médio no Brasil, são quase oito milhões de estudantes à espera da sonhada vaga na faculdade, de acordo com o Ministério da Educação. É comum que, durante essa fase da vida escolar, muitos alunos se mudem de cidade em busca de instituições de ensino com diferentes oportunidades e, com isso, o mercado imobiliário também é influenciado por essa migração.

Como é a escolha por um imóvel ideal

A Gracielle Candian é de Rodeiro, Minas Gerais, e escolheu umas das 11 instituições de ensino superior do município vizinho, Juiz de Fora, para a graduação em cirurgiã-dentista. Apesar da saudade dos amigos e da família, também foi difícil acostumar com todas as responsabilidades de viver sozinha em uma cidade desconhecida. "Eu queria morar perto da faculdade, sem dividir apartamento. Por isso, procurei um imóvel menor, de 1 quarto, que tivesse um custo benefício bacana. Para quem vem de uma cidade muito pequena, como foi o meu caso, Juiz de Fora é bem atrativa por ser um local tranquilo e bom para morar".

Os apartamentos compactos, com até 2 quartos, de localização central ou com fácil acesso ao transporte público são os preferidos dos estudantes que trocam as cidades menores para estudarem em municípios com um maior número de escolas e faculdades de renome. Pontos de comércio próximos também são importantes visto a rotina corrida e a inexperiência diante dos afazeres de casa. Outro ponto que os estudantes avaliam e os profissionais do ramo imobiliário concordam ser de extrema importância na hora de mudar é a preocupação com a segurança.

"Um bairro que facilite o acesso do aluno à escola ou a faculdade é essencial mas, mais do que isso, ele e toda a sua família prezam pela tranquilidade em saber que aquela região não oferece riscos e que o prédio tem um cuidado com a entrada de visitantes, por exemplo", enumera o Diretor de Vendas da imobiliária Souza Gomes em Juiz de Fora, Victor Souza Gomes.

Quando a mudança é benéfica para toda a família

Entre dezembro, janeiro e fevereiro, a procura por apartamentos aumenta com o início do ano letivo, mas não somente para aluguel. Especialistas do setor analisam a oportunidade também de compra de imóveis por conta da estabilidade política e econômica que estimula a realização de sonhos antigos.

"Dependendo da cidade, os pais aproveitam para investir na compra de um apartamento em que os filhos irão usufruir enquanto estudam, mas que também se torna um bem para todos os membros da família aproveitarem para negócios ou lazer. Quem é de cidades vizinhas, constantemente viaja para fazer compras ou para ir ao médico, então o imóvel acaba unindo o útil ao agradável", completa o CEO da Souza Gomes Imóveis, Diogo Souza Gomes.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com