Negócios em Foco

Rodrigo Terpins destaca App que quer digitalizar o cartão de visitas das empresas


17/08/2018 09h00

Manter os contatos sempre atualizados e conseguir fazer networking de maneira 100% sustentável são dois dos benefícios da ferramenta

DINO

Em tempos em que, em geral, vive-se, por exemplo, sem a necessidade de mandar cartas para que seja possível a comunicação ou, mesmo, de usar mapas de papel para se localizar — e, ainda, que a clássica agenda de anotações está sendo substituída por ferramentas eletrônicas que executam a mesma função — há quem está querendo modernizar, também, o networking. Trata-se da criação do aplicativo chamado "Ecocard", destaca o empresário do ramo varejista, Rodrigo Terpins.

O tal networking refere-se à expansão da rede de contatos profissionais — prática fundamental para o varejo, que precisa empenhar-se, constantemente, em conquistar novos clientes. Lançado no último 4 de abril pela i9xp, e atualizado pela última vez em 26 de julho, o Ecocard quer mudar o estilo tradicional de fazer isso, no que se refere à divulgação dos tradicionais cartões de visita. Ou seja, aquele hábito que a maioria das companhias cultivam de padronizar uma arte nos cartões, imprimir vários exemplares para todos representantes da empresa, para que eles possam distribuir ao público de interesse do negócio.

A ideia é simples — o aplicativo Ecocard funciona como um cartão de visitas virtual. Rodrigo Terpins explica que os usuários que usam a ferramenta podem trocar o contato por meio do App, que usa geolocalização.

A novidade já possui mais de 10 mil downloads. O Ecocard permite que os usuários personalizem os cartões com os dados de contato, foto, cores e logotipo da empresa que desejarem. Ainda, a troca de informações pode ser feita tanto usando um QR Code — código de barras bidimensional que pode ser escaneado usando a maioria dos telefones celulares que sejam equipados com câmera — quanto por proximidade. Para essa segunda opção, no entanto, a pessoa que o usuário deseja alcançar e se conectar precisa estar a menos de um quilômetro de distância.

Vale salientar que, a partir do momento em que os usuários do Ecocard realizam a troca de contatos, os dados modificados em cada cartão serão sempre atualizados simultaneamente. Ou seja, no momento em uma das pessoas altera alguma informação — que pode ser, por exemplo, o número de telefone, e-mail ou endereço — a atualização acontece também para quem tem essa pessoa como contato.

Ainda, o empresário do ramo varejista Rodrigo Terpins reporta que o aplicativo permite ao usuário escolher entre deixar seu cartão de visita como público ou privado. Outra funcionalidade do cartão de visitas eletrônico é a possibilidade de sincronizar todos os contatos obtidos por meio do Ecocard com a agenda de contatos do telefone.

Outros benefícios citados pelo site oficial do App (ecocard.app) é a possibilidade de criar mais um cartão de visitas com mesmo perfil no Ecocard e — uma das características mais relevantes — conseguir aumentar a rede de contatos "de forma 100% sustentável e inteligente".

Vale destacar que um aspecto importante que todos os empreendedores precisam levar em consideração — inclusive, os varejistas — é que, hoje em dia, existem muito mais informações disponíveis para que o consumidor faça as suas escolhas. Este, por sua vez, atualmente, dá mais importância ao consumo consciente.

Nesse sentido, ressalta Rodrigo Terpins, quem ganha são as marcas engajadas com a proposta de diminuírem ao máximo as agressões ao meio ambiente. Os consumidores contemporâneos costumam valorizar quem apoia a cultura de preservação da natureza e seus recursos naturais. Desta forma, trabalhar com ferramentas ligadas à causa atrai para a empresa atenção positiva. Esse é o chamado marketing sustentável ou marketing verde.

As expectativas da i9xp para o aplicativo é reunir cerca de 10 mil usuários por mês até o final de 2018.

Quem é o empresário Rodrigo Terpins?

Rodrigo Terpins é um empresário brasileiro que possui vasta experiência no ramo do varejo. Entre os anos de 1991 e 2007, ele exerceu o cargo de diretor de operações das lojas Marisa. E, atualmente, é o diretor da Holding Familiar T5 Participações.

O executivo, no entanto, também investe na área de sustentabilidade. Ele é um dos sócios da chamada Floresvale — uma empresa de reflorestamento ambiental fundada no ano de 2009, que opera no manejo de florestas de eucalipto para serraria no Vale do Paraíba, entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A intenção da companhia é desenvolver um polo madeireiro sustentável, gerando empregos e oportunidades para parceiros locais. Conforme o site institucional da empresa de reflorestamento de Terpins (floresvale.com.br), a Floresvale possui, atualmente, em torno de 90 colaboradores diretos, "trabalhando no campo, gerando empregos e incentivando o setor de transformação de madeira na região".

Ainda de acordo com o site do empreendimento de Rodrigo Terpins, "a Floresvale é a principal empresa de base florestal focada em madeira sólida de eucalipto no Vale do Paraíba e Sul Fluminense com: 5000 hectares em área total reflorestada com eucalipto; 2400 hectares em áreas de preservação permanente, matas nativas e reserva legal; e 490 hectares em áreas de infraestruturas, estradas, aceiros e desapropriadas para linhas de transmissão".


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com