Negócios em Foco

Conheça os problemas de visão característicos de cada fase da vida


São Paulo - SP 21/08/2018 14h49

Existem problemas de visão que são mais característicos em determinadas fases da vida do que em outras e compreender isso pode ajudar no diagnóstico precoce.

Os problemas de visão são mais recorrentes do que aparentam. Embora o uso dos óculos de grau e das lentes de contato tenha se popularizado, muitas pessoas ainda são muito resistentes em adotar medidas para correção de doenças oculares. Isso é bastante negativo, pois favorece o agravamento desses problemas no futuro. Mas, essa não é a única questão com que todos devem se preocupar. Tem também as doenças desenvolvidas por conta da idade, além das adquiridas geneticamente. Sendo assim, desde a infância até a terceira idade, é importante prestar atenção em alguns sinais que o paciente pode apresentar no que se refere à dificuldade de enxergar. Quando diagnosticado precocemente, o médico consegue realizar o melhor tratamento, garantindo bem-estar e qualidade de vida.

A visão é um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento de diversas atividades. Além de questões genéticas e traumas, ela sofre alterações com o tempo. Existem problemas de visão que são mais característicos em determinadas fases da vida do que em outras e compreender isso pode ajudar a diagnosticar logo no início. Na infância, 6% das crianças são acometidas por algum problema de visão. Os mais comuns são hipermetropia e ambliopia. Grande parte deles tem solução, desde que tratados de maneira adequada. As crianças costumam apresentar alguns sinais aos quais os adultos que convivem com ela devem estar atentos. Professores devem observar o baixo rendimento escolar e também a dispersão em sala de aula, já que isso pode ser reflexo de uma visão comprometida. Em casa, os pais devem levar em consideração possíveis reclamações dos filhos no que se refere a dificuldade de enxergar. Apertar os olhos para tentar ler alguma coisa também é uma questão preocupante.

Os problemas de visão que aparecem na adolescência ou na juventude geralmente estão relacionados à genética, sendo miopia e astigmatismo os mais comuns. Para os adultos, a chegada dos 40 anos pode estar acompanhada de outros sintomas, como a vista cansada. A presbiopia é uma doença bastante característica dessa idade, em que não se percebe com nitidez os objetos próximos. O glaucoma também é uma possibilidade e o grande perigo é justamente se tratar de um problema silencioso, mas que pode à cegueira.

Já os idosos, estão sujeitos a uma série de problemas de visão, muitos deles decorrentes do próprio desgaste do tempo. A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma delas, que atinge uma parte da retina. A catarata, da mesma forma que o glaucoma, pode não apresentar sérios sintomas logo no início, mas precisa ser tratada logo para que não se agrave.

A World Vision , especialista em fabricação de lentes de contato sob medida , explica que o acompanhamento periódico com um oftalmologista é indispensável, por ele ser o profissional a indicar os melhores tratamentos para os problemas de visão. "Muitas vezes, a utilização de lentes corretivas já é suficiente para solucionar o problema. Mas, em casos mais específicos, é necessário passar por cirurgias e até mesmo outros procedimentos. Seguir as orientações do médico é a principal regra para garantir uma solução eficaz", afirma. Seja qual for o problema, o essencial é sempre procurar por empresas especialistas em suas determinadas áreas. Só assim é possível ficar seguro de que o serviço ou produto prestado é de qualidade e realizado com responsabilidade.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com