Negócios em Foco

SAIBA TODOS OS CUIDADOS COM A PRÉ-INSTALAÇÃO DA GRAMA SINTÉTICA


São Paulo 24/08/2020 15h40

A grama sintética é, sem dúvida, um dos tipos de revestimento mais modernos, versáteis e práticos para usar em casas, escritórios, academias e estabelecimentos em geral.

Feita com matéria-prima de alta tecnologia, a grama sintética decorativa tem alto grau de permeabilidade de água, é resistente ao sol e chuva, além de ser de fácil instalação.

No entanto, na hora de colocar esse tipo de piso, é importante ter alguns cuidados para garantir uma instalação adequada e duradoura.

Então, neste artigo da Erbus, fábrica de grama sintética, veja como instalar a grama sintética com o passo a passo ideal!

Primeiro passo instalar grama sintética: identificação do solo

Antes de iniciar o projeto de colocação de gramado sintético, é fundamental avaliar a qualidade do terreno.

Assim, é possível saber que haverá necessidade de um preparo especial, que envolva a drenagem ou colocação de pedras, por exemplo.

Essa avaliação inicial vai ajudar, de fato, a entender melhor a extensão do trabalho e o que será necessário para uma instalação bem sucedida da grama sintética decorativa.

Retirar plantações existentes

Se o solo escolhido para receber a grama sintética tiver folhagens e plantações, todas as plantas e raízes precisarão ser removidas.

Afinal, caso não aconteça a remoção, existe o risco de que as plantas existentes cresçam através da grama sintética, comprometendo todo o material.

Nivelamento do solo

Após a análise do solo e da remoção das plantas, o próximo passo é deixar o terreno o mais plano possível.

É importante que não existam relevos ou declives no piso, o que acaba por prejudicar a estética da grama sintética, bem como torna o piso menos seguro.

Construção de sistema de drenagem

Os sistemas de drenagem para gramado sintética dependem das necessidades do solo onde será instalado o revestimento.

Isso porque a grama decorativa sintética é 100% permeável, mas isso não dispensa o uso de um sistema de drenagem.

Caso a superfície de instalação do gramado não apresente boa capacidade de absorção, a chuva pode deterioro material mais rapidamente.

Por isso, é primordial utilizar sistemas específicos para facilitar o processo de escoamento da água.

Adição de areia, pedra e compactação do piso

Depois de já instalado o sistema de drenagem, vem a etapa de preparação do solo, o que vai depender do local da colocação do revestimento.

Para um solo constituído principalmente à base de areia, é recomendado fazer a construção de uma base de instalação com 50mm de areia refinada.

Por outro lado, se o solo for formado por argila e a drenagem for restrita, torna-se essencial camada de pedra adicional, em uma profundidade de 50-100mm.

Então, depois da adição de pedra ou areia, a superfície é compacta, estabilizando a base que irá receber o gramado.

Contrapiso

Sobre o solo já tratado, é colocado um contrapiso, que precisa ser nivelado antes da instalação definitiva da grama sintética para paisagismo.

Por fim, o tipo de grama sintética escolhida precisa atender à sua finalidade, que pode ser:

Paisagismo;

Revestimento de fachadas de construções;

Vitrinismo;

Revestimento de comércios;

Varandas e sacadas;

Playgrounds, dentre outros.

A Erbus tem um tipo de grama sintética que combina com todos esses projetos.

Então, fale com a nossa equipe e conheça as linhas INNOVAGRASS e COLORCARPET!


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com