Negócios em Foco

Startup eterniza memórias e estimula planejamento para o fim da vida


São Paulo - SP 05/07/2021 12h05

Guardadoria registra orientações e arquivos gratuitamente e oferece suporte e curso para lidar com questões relacionadas ao fim da vida; memorial preserva autobiografia

Guardadoria propõe reflexão sobre a morte - Divulgação

Por mais que a morte seja uma certeza, falar sobre ela ainda é um tabu. Quando alguém parte, fica a desordem e a angústia da tomada de decisões em meio à dor da perda, entre documentos perdidos, escolhas funerárias e burocracias as quais só se tem conhecimento ao passar por tal situação. Para desmistificar a finitude da vida e promover uma conversa madura sobre o tema, nasce a Guardadoria (www.guardadoria.com.br), plataforma gratuita de registro de memórias que oferece ferramentas para o planejamento e para a organização de informações que serão necessárias após a passagem de uma pessoa.

"Tomei consciência da imprevisibilidade da vida com a partida precoce de meu irmão, que tinha apenas 40 anos. Organizei meus documentos em uma pasta, mostrei a meu filho e conversei com ele sobre o que fazer caso algo acontecesse comigo. Em razão da pandemia, o momento atual em que vivemos reforça a importância de compreendermos nossa fragilidade e a necessidade de ter um plano para a morte", diz Fabricio Santana, idealizador da startup. A Guardadoria é uma ferramenta para que todos tenham esse novo olhar, guardem arquivos importantes, documentem preferências sobre a cerimônia de despedida, deem direcionamento para os bens e eternizem mensagens de afeto, em um espaço virtual ilimitado.

As lembranças e orientações são compartilhadas com os chamados Guardiões da Vida, pessoas de confiança indicadas pelo cliente a cada memória, que terão acesso às informações quando ele não estiver mais aqui – e que são incumbidos de garantir que as vontades registradas sejam cumpridas. Essa é uma forma de cuidar dos entes amados, ao facilitar decisões e evitar sofrimentos, burocracias, despesas e conflitos familiares por discordância na despedida. "Quando alguém falece, além da grande saudade, ficaram muitas dúvidas: o desejo dele era pela cremação ou velório? O que ele gostaria que fosse feito com seus objetos pessoais? Onde está o contrato da locação do imóvel? Que cartões de crédito precisam ser cancelados e contas bancárias encerradas? O que ele gostaria de dizer aos filhos em cada fase da vida?", diz o empreendedor.

Os armazenamentos são liberados conforme o desejo e a cada registro, permitindo a programação de recados em datas específicas, como aniversários, casamento ou formatura – e em diversos formatos, como vídeos, áudios, imagens e textos. O propósito é imprimir um pouco de paz e serenidade a uma situação tão dolorosa. "A partida de uma pessoa deixa muitas perguntas, sendo que algumas têm de ser decididas às pressas naquele momento angustiante - e sem a validação do principal interessado. A Guardadoria foi criada para trazer as respostas", diz Santana, que convidou os amigos Thiago Campos e Ricardo Queiroz para lançar a plataforma.

Guardadoria oferece suporte, curso de planejamento e memorial de biografias

Mais de 1,45 milhões de pessoas morreram no Brasil no ano passado – segundo a Arpen (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais). Muitos, do dia para a noite, deixando os entes desamparados emocionalmente. A Guardadoria oferece conteúdo para reflexão e suporte de profissionais para ajudar em questões operacionais, financeiras e emocionais - a tríade do legado - na versão premium. O serviço inclui seis sessões de auxílio e também o Programa de Planejamento do Legado. O curso, que também pode ser adquirido à parte, aborda as principais questões relacionadas à finitude da vida, como o estudo da jornada do luto e uma visão 360º sobre cerimônias de despedida, previdências privadas, planos funerários, inventário, testamento e planejamento sucessório, por exemplo.

É possível, ainda, fazer uma página de memorial, um “Wikipédia” com a autobiografia digital a ser deixada para gerações futuras – e disponibilizada apenas após a partida. “A Guardadoria resolve não só questões fundamentais ao estimular a reflexão com maturidade sobre a morte como também ajuda as pessoas a viverem melhor, pois pensar antecipadamente sobre a vida permite que tenham clareza do que é realmente importante”, enfatiza Santana.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2021 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com