Negócios em Foco

Revolução industrial só é realidade em 1,6% das indústrias no Brasil


São Paulo - SP 25/09/2018 14h06

Esta é a conclusão do recente estudo da CNI (Confederação Nacional da Indústria). As companhias foram divididas em quatro grupos conforme seu grau de uso de tecnologia e apenas 1,6% chegou à geração 4, de maior maturidade no uso dela. 

Sistema AGV implantado na VALEO pela SINOVA - Sinova Sistemas AGV e LGV

O Brasil entrará em um novo ciclo de crescimento mas terá grandes desafios para se adequar a este novo momento, conhecido também como “quarta revolução industrial”. A Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal da In­dús­tria (CNI) ma­pe­ou que 14 de um to­tal de 24 segmentos do par­que in­dus­tri­al do país precisam adotar com urgência estratégias de digitalização para se tornarem internacionalmente competitivos, principalmente investir em automação e coleta de dados operacionais para ajudar a coordenar a produção de forma inteligente.

A implantação de veículos autoguiados é capaz de trazer uma empresa a este novo patamar pois diminui o tempo de produção e melhora as técnicas de trabalho dos funcionários. “Para atuar com lucratividade é necessário a implantação de novas tecnologias e reduzir de custos” enfatiza Nicolas Ribeiro dos Santos, Supervisor de Melhoria Contínua da VALEO, fabricante de componentes para automóveis.

Veículos autoguiados na indústria 4.0

Capazes de otimizar todo o transporte no chão de fábrica, os veículos autoguiados devem se tornar protagonistas na automação da indústria brasileira. A indústria retomará o crescimento no País e a expectativa para os chamados AGV é de alta de 7,3% ao ano até 2021.

A VALEO faz parte deste grupo de empresas que investem anualmente em modernização e seguindo sua estratégia reforçou sua linha de veículos autoguiados em sua planta de Campinas. A SINOVA foi responsável por fornecer os AGV's (Auto Guided Vehicles) e LGV’s (Laser Guided Vehicles) na multinacional francesa neste projeto. 

Vilmar Barbosa, Gerente de Projetos da SINOVA, destaca o desafio: “A tecnologia dos rebocadores LGV que implementamos, foi pioneira no grupo VALEO e também desafiadora. O cliente já tinha uma tecnologia em AGV, porém uma que somente permitia trabalhar na logística dos produtos. Com o LGV, o sistema ficou mais dinâmico e organizado, pois o sistema cuida da entrega da matéria prima ao operador, assim como da entrega do produto acabado no armazém, em um só comando.”

Nícolas concorda com Vilmar e aponta para a facilidade com que agora se entrega a matéria-prima ao operador, além de diminuir o tempo na movimentação do produto já terminado até ao armazém – “Todos empolgados com implementação de AGV na Valeo, principalmente pela melhoria ergonômica que tivemos”.

A VALEO criou um sistema LGV para poderem movimentar paletes e carrinhos da máquina da linha de montagem até à área de expedição. Também fará o abastecimento dos paletes vazios, otimizando o fluxo da movimentação do LGV. Cada um dos postos está equipado com uma botoeira wireless. Isso permite que o operador possa solicitar a entrega ou retirada de paletes de qualquer lugar da fábrica. 

SINOVA na vanguarda da VALEO

A SINOVA produziu todos os rebocadores LGV implementados na VALEO em 2018, e por isso é parte fundamental da vanguarda da multinacional francesa. Com a qualidade de sempre, forneceu todos os equipamentos necessários para que a VALEO pudesse instalar a indústria 4.0.

Se sua indústria está evoluindo e precisa de uma solução AGV entre em contato com a SINOVA para utilizar a solução de veículos autoguiados em seu projeto. +55 11 5677-3919.

Website: http://www.sinova.com.br


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com