Negócios em Foco

Mapas Mentais são soluções eficazes para aprender, memorizar e revisar conteúdos para exames e provas


São Paulo, SP 17/05/2019 10h07

Artigo de opinião de Matheus Henrique Griebeler*, instrutor na Udemy

Matheus é instrutor de estudo e memorização na Udemy através do projeto Hacker dos Estudos - Divulgação: Udemy Brasil

Nosso cérebro é uma máquina de processamento e armazenamento de informações. Ao que sabemos, é a coisa mais complexa de todo o universo. Assim como acontece com a computação, em que podemos armazenar a mesma informação em diversas pastas e em diversos formatos de arquivos, com o nosso cérebro ocorre o mesmo. Em síntese, os objetivos da programação do nosso cérebro estão voltados para sobrevivência e reprodução. É por esse motivo que jamais nos esquecemos de uma comida que nos fez passar mal, ou de um evento traumático. Assim como temos uma enorme capacidade de processar e armazenar padrões de rostos.

Já a memorização eficiente passa por dois princípios. O primeiro é entender que nós podemos manipular as informações para armazená-las do modo que nosso cérebro “grude” com mais facilidade. As anotações são um ponto crítico para muitos estudantes - há aqueles que anotam literalmente cada palavra, já outros que preferem não anotar nada e só entende as explicações.

É neste contexto que entra em cena os Mapas Mentais, um modelo de anotações que com maior proximidade consegue registrar a linguagem que o nosso cérebro funciona, através de irradiações. Estamos acostumados a enxergar exclusivamente o formato de anotações lineares. Para muitos, essa é a única forma de fazer registros. Diferente das anotações lineares, com um Mapa Mental é possível com uma única olhada extrair uma quantidade de informações muito grande das anotações.

Desta forma, o Mapa Mental se aproxima mais de uma visualização de uma imagem. Enquanto que com anotações tradicionais pode-se levar horas para recapitular conceitos de um livro, com Mapas Mentais isso pode ser feito em minutos e ou até em segundos. A velocidade que nosso cérebro processo informações é bastante superior a velocidade da nossa leitura, por isso a ideia de criar Mapas Mentais.

Além da aplicabilidade nos estudos e revisões, os Mapas Mentais também são uma ótima ferramenta para organização de ideias. As anotações lineares bloqueiam o livre fluxo de pensamentos, já com Mapas Mentais é possível registrar livremente as ideias, assim, abrindo um leque para pensar as informações de uma forma mais espontânea e com maior enfoque na interligação.

Na minha opinião, os Mapas Mentais são um molde de anotações e raciocínio que deveria ser ensinado nas escolas. É uma ferramenta muito poderosa, quem a utiliza tem enorme vantagem no quesito de conseguir agrupar ideias e lidar com grande quantidade de informações: tudo de modo leve e fácil. Trata-se do mapa do registro de sua memória, você simplesmente recorda os conceitos quando revê um Mapa Mental.

*Matheus é instrutor de estudo e memorização na Udemy através do projeto Hacker dos Estudos. Na plataforma brasileira da Udemy, Matheus Henrique acumula mais de 7,5 mil alunos ao longo de cinco cursos.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com