Negócios em Foco

ARTIGO - Farmacêutico Esteta: conhecimento em prol da beleza


Florianópolis, SC 27/09/2019 14h06

Luísa Caser - Leonardo Rosa

Por Luísa Caser *

O farmacêutico esteta é uma especialização para os profissionais graduados em Farmácia, que vem conquistando mais espaço desde 2013, ano em que o Conselho Federal de Farmácia (CFF) habilitou os profissionais para tal função. A conquista ampliou o mercado de trabalho, e, desde então, a gama de serviços passou a ir muito além dos já prestados na atuação “convencional” dos farmacêuticos – que agora podem aplicar seus conhecimentos técnicos também em procedimentos estéticos.

Mas há quem tenha dúvidas sobre a bagagem técnica deste profissional para desempenhar este novo papel. Em sua formação acadêmica de, pelo menos, cinco anos, o farmacêutico estuda a fisiologia humana, a bioquímica do organismo e das doenças, patógenos, medicamentos e sua ação no organismo. Diferente de outros profissionais da saúde, o farmacêutico conhece minuciosamente produtos, princípios ativos dos medicamentos e cosméticos e as prováveis interações que podem causar no paciente. Outro diferencial é que, com base em seu respaldo acadêmico, pode desenvolver suas próprias fórmulas, atendendo de forma específica, personalizada e exclusiva os anseios do paciente – aumentando a eficácia do procedimento.

O farmacêutico esteta necessita de especialização Latu Sensu, que, somada ao período de graduação, conferem ao profissional conhecimento de anatomia, biologia celular, bioquímica, física voltada à saúde, farmacologia e cosmética. Entre os procedimentos que o farmacêutico esteta está apto a realizar, segundo as Resoluções n° 645 e n° 616, expedidas pelo Conselho Federal de Farmácia, estão: anamnese; planejamento e acompanhamento da evolução do tratamento estético; cosmetoterapia; peeling químico e enzimático; aplicação de vitaminas, fitoterápicos e biológicos (ex: toxina botulínica tipo A); preenchedores dérmicos; fios absorvíveis; agentes lipolíticos; solução hipertônica de glicose; laserterapia; carboxiterapia; ultrassom estético; eletroterapia; iontoforese; radiofrequência; criolipólise; luz pulsada; microagulhamento; e mesoterapia.

Por fim, vale ressaltar que, mesmo nas rotinas tradicionais de atendimento na farmácia, estes profissionais também podem atuar no âmbito estético, prestando atenção farmacêutica direcionada à saúde estética, aconselhando o cliente sobre o uso de nutricosméticos e dermocosméticos.

Sobre o autor:

* Luísa Caser é bacharel em Farmácia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), empresária do setor farmacêutico em Florianópolis e pós-graduanda em Estética pelo instituto Nepuga (Ribeirão Preto - SP)


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com