Negócios em Foco

5 dicas para não perder as suas fotos


São Paulo 23/08/2018 12h42

Saiba o que fazer para não apagar de uma vez por todas registros importantes de momentos inesquecíveis que você vivenciou

Se você não é um fotógrafo profissional ou um apaixonado por fotografia, pare e pense quando foi a última vez que você tirou uma foto usando uma câmera que não fosse a do celular. Provavelmente isso deve fazer tanto tempo que você nem se lembra mais.

Porém, celulares, como qualquer outro eletrônico, estão sujeitos a imprevistos desagradáveis. Eles podem cair no chão e quebrar, estragar ou ser roubados. O valor do bem pode até ser recuperado, mas muitas vezes as fotos que estão na memória ficam perdidas para sempre.

Para evitar que você seja mais uma vítima da perda de imagens preciosas e que contam uma parte da sua história, listamos aqui cinco dicas para não perder as suas fotos de jeito nenhum.

1 – Use um cartão micro SD

Com exceção dos aparelhos da Apple e alguns poucos modelos com o sistema operacional Android, a ampla maioria dos smartphones têm entrada para cartão de memória do tipo micro SD. Essa é uma oportunidade que você tem de expandir o armazenamento do seu celular.

Enquanto a média de armazenamento dos celulares fica entre 16 GB e 64 GB, os cartões de memória podem contemplar até 256 GB extras, espaço suficiente para você salvar milhares de fotos. Se o seu aparelho tem entrada para cartão, invista em um.

A vantagem não se resume a mais espaço de armazenamento, mas você ganha ainda a oportunidade de salvar os arquivos em um dispositivo independente. Se o celular estragar ou você trocar de aparelho, as fotos vão junto para o próximo smartphone.

2 – Salve as suas imagens na nuvem

Outro meio fundamental para salvar as suas imagens é utilizando os serviços de armazenamento na nuvem. Tanto no Android quanto no iOS, há boas opções, embora com características um pouco distintas.

O Google Fotos, por exemplo, pode ser usado nas duas plataformas. Ele disponibiliza um espaço praticamente ilimitado para salvar suas imagens.

Você pode configurar para que elas sejam enviadas para a nuvem assim que forem tiradas – usando o 4G – ou apenas nos momentos em que você tiver conectado a uma rede WiFi, para economizar dados.

O sistema ainda organiza as imagens por datas ou por localização, desde que esse recurso esteja ativado.

Para quem tem iPhone, outra opção é o iCloud. O serviço da Apple entrega até 5 GB de espaço gratuito para os seus usuários. Nesse caso, o funcionamento é muito similar ao do Google Fotos, mas sem os filtros e as animações aplicados automaticamente às imagens.

3 – Faça backups frequentes

Seja via cartão micro SD ou por meio dos serviços da nuvem, o mais importante é que você não espere algum problema acontecer para pensar em salvar as suas fotos. Crie o hábito de fazer backups frequentes das suas imagens e arquivos.

A sugestão é que você anote na sua agenda para fazer isso pelo menos uma vez por mês. Para aqueles que tiram muitas fotos, talvez seja uma boa ideia reduzir o espaço de tempo dos backups para 15 dias, de forma a não dar nenhuma margem para problemas.

4 – Tenha programas de recuperação de arquivos

Mesmo com todos os cuidados, eventualmente pode ser que um cartão de memória ou mesmo o seu celular apresentem algum tipo de problema e suas fotos sejam apagadas. Se isso ocorrer, não se desespere: é possível recuperar fotos apagadas com apps específicos.

Uma das opções é o Disk Drill, um software gratuito. Basta instalar o programa no Windows e conectar o cartão de memória ou o smartphone à máquina. Ele se encarrega de fazer uma varredura nos dispositivos e recupera até 95% dos arquivos apagados.

5 – Não confie em uma única cópia

Mesmo que você siga as dicas acima e faça um backup dos seus arquivos usando as mais diversas ferramentas disponíveis, ainda assim é preciso se precaver. E se as fotos que você salvou no seu backup também forem apagadas ou se perderem?

Para isso, a solução é criar mais de uma cópia. Além de armazenar as fotos na nuvem, por exemplo, você pode gravá-las em um pendrive, um DVD ou mesmo no HD do computador.

O mais importante é que você tenha ciência de que mesmo que a sua cópia se perca ainda haverá uma opção disponível para recuperar os seus arquivos.

Roubos de celular estão entre as maiores causas de perdas de fotos

Problemas acontecem com todo mundo, mesmo com as pessoas precavidas. Porém, fatos inesperados estão entre as maiores causas de perda de imagens hoje em dia. Os roubos de smartphone, frequentes nas grandes cidades, são um exemplo disso.

Ao levar o seu celular embora, um bandido não leva apenas um aparelho eletrônico, mas também parte das suas memórias afetivas. Infelizmente, se você não tiver um backup das imagens fora do aparelho, elas provavelmente serão perdidas para sempre.

Contudo, basta tomar alguns cuidados adicionais para que as imagens estejam sempre ao seu alcance mesmo com esses imprevistos.

No caso do aparelho eletrônico, um seguro celular é o melhor caminho de prevenção, pois caso você seja roubado, é possível resgatar a apólice e reaver o valor investido no smartphone.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com