Negócios em Foco

Portal Único reduz prazos de liberação e ajuda empresas a economizar


São Paulo - SP 15/01/2019 15h14

Com o Portal Único e a simplificação dos processos, foi possível a redução de documentos e declarações e é claro, do tempo médio necessário para a liberação de mercadorias.

Um único portal que permite realização de processos de importação, exportação e trânsito aduaneiro, o que parecia um sonho para empresas que trabalham com comércio exterior, agora é realidade e pode ajudá-las a economizar até R$ 44 bilhões por ano, segundo levantamento preliminar da Receita Federal. Com o Portal Único e a simplificação dos processos, foi possível a redução de documentos e declarações e é claro, do tempo médio necessário para a liberação de mercadorias. Com a diminuição média de 13 dias para 6,4 dias, as empresas ganham tempo e otimização, visto que, de acordo com o órgão, é estimado que para cada dia de demora na liberação das mercadorias, as empresas podem perder até 0,8% do valor exportado.

O Portal Único permite a integração entre os diversos órgãos que atuam no comércio exterior, por isso, o número de declarações é menor, já que não é necessária a duplicação de informações. Segundo a Receita Federal, em agosto de 2017, foram 831.551 documentos/declarações exigidas para a liberação das mercadorias exportadas. Em agosto de 2018, com 100% das operações de exportação sendo realizadas através desse novo processo, este número caiu para 69.328 documentos/declarações - redução de 91,7%. O processo de simplificação das importações já foi iniciado e a intenção é reduzir de 10 para 7 dias, em média, a liberação das mercadorias, gerando economia de cerca de R$ 30 bilhões para os importadores.

De acordo com a Asia Shipping , maior integradora logística da América Latina, a desburocratização de alguns processos e torná-los digitais tem facilitado a rotina das empresas e agilizado a liberação das cargas. "Com a criação do Portal Único, todos saem ganhando. As empresas por terem suas mercadorias em mãos ou entregues em um prazo menor, as integradoras por conseguirem cumprir com o seu trabalho com maior eficiência e os órgãos por não terem toneladas de documentações para analisar", explica.

*Artigo elaborado de acordo com dados da Receita Federal


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com