Negócios em Foco

Tereza Cristina garante apoio a cooperativismo e a pequenos produtores


São Paulo 05/02/2019 14h42

O Ministério da Agricultura trabalhará para o fortalecimento do cooperativismo, dos pequenos produtores, incentivando seu desenvolvimento nos assentamentos

DINO

O Ministério da Agricultura trabalhará para o fortalecimento do cooperativismo, dos pequenos produtores, incentivando seu desenvolvimento nos assentamentos. Essa é a promessa da ministra Tereza Cristina. A importância social e econômica do cooperativismo é relevante no setor agrícola - 48% da produção agropecuária passam por cooperativas. Em entrevista à EasyCoop, por e-mail, Tereza Cristina fala de seus projetos e de programas como o Proficoop, voltado para a capacitação de associados, dirigentes e colaboradores de cooperativas da área rural.

EasyCoo: Qual a importância do cooperativismo para a economia do país?

Tereza Cristina - Um indicador dessa importância é que 48% da produção agropecuária brasileira passa por cooperativas. E, com isso, o cooperativismo é em grande parte responsável pela posição do Brasil, como terceiro maior exportador agrícola do mundo, seja exportando ou pelo abastecimento do mercado doméstico, o que nos permite exportar excedentes. É bom lembrar a relevância na produção de leite, café, trigo, soja, arroz, feijão, carnes, legumes, frutas - resultado do trabalho de mais de um milhão de associados no país, que geram mais de 180 mil empregos diretos.

EasyCoop: Quais os projetos para o desenvolvimento do cooperativismo?

Tereza Cristina - Entre as competências do ministério estão as de fortalecer e apoiar o desenvolvimento das cooperativas. Existem linhas de atuação, como o Proficoop (Programa de Profissionalização em Cooperativismo e Associativismo Rural), voltado para a capacitação de associados, dirigentes e colaboradores. Há o AgroJovem Empreendedor, para ampliar possibilidades de atuação dos jovens como protagonistas e empreendedores. Há o Cooperagro, que visa melhorar a produtividade, qualidade dos produtos e a rentabilidade dos produtores. E outros específicos para gênero, promoção e divulgação. Queremos incentivar esses programas e aumentar o seu acesso.

EasyCoop - Alguns assentamentos já trabalham em forma de cooperativa e são sucesso. O que fazer para isso ser ampliado?

Tereza Cristina - Com a vinda do Incra para o Mapa, temos a oportunidade de desenvolver e ampliar as políticas públicas e ações de apoio ao processo de desenvolvimento econômico e social das cooperativas das áreas de assentamentos de reforma agrária, aproveitando as experiências exitosas já existentes e executando, em parceria com as entidades representativas, os programas de cooperativismo e associativismo do ministério, além dos que vinham sendo executados pela Sead (Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário).

EasyCoop - As cooperativas de crédito têm crescido muito. Poderiam ser alvo de parcerias para apoiar as pequenas cooperativas agropecuárias?

Tereza Cristina - Há, sim, essa possibilidade de realizar parcerias e também de instituir novos programas voltados para o estímulo do crédito rural. E tenho muito interesse em que as cooperativas aumentem sua participação no financiamento da produção, para reforçar os recursos oficiais e de bancos privados.

Uma vida voltada ao campo

Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias nasceu em Campo Grande (MS). É formada em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Viçosa (MG). Trabalhou em fazendas da família e depois na direção de empresas multinacionais, em São Paulo. Em 2006, foi escolhida secretária de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do Governo do MS. Ficou 7 anos no cargo. Em 2014, foi eleita deputada federal. No Congresso, foi presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária. Com a eleição de Jair Bolsonaro, foi convidada a ser ministra da Agricultura.

Fonte: portal EasyCOOP


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com