Negócios em Foco

Seguros para proteger crianças e tranquilizar pais

Corretora de Seguros Bancorbrás oferece serviço diferenciado para os clientes


18/07/2019 17h04



Mês de julho é sinal de férias escolares e crianças cheias de energia para gastar com a família. No entanto, o recesso dos pais nem sempre acontece na mesma época do descanso dos filhos. E crianças em casa, cuidado redobrado. Para deixar o ambiente mais seguro, a Corretora de Seguros Bancorbrás oferta um seguro residencial diferenciado para os seus clientes. Dentro da assistência 24h é oferecido o serviço de check-up para as famílias. Um profissional realiza uma inspeção de segurança à residência, identificando os locais e as condições de risco e pontuando adaptações a serem feitas em cada cômodo, para maior segurança de crianças e bebês. Para acioná-lo, basta o segurado entrar em contato com a Central de Atendimento 24 horas e agendar a visita do técnico.

O objetivo é alertar os pais e responsáveis que por um valor ínfimo - de alguns centavos ao dia - é possível assegurar cobertura financeira para eventuais ocorrências. "Além disso, as observações feitas pelas seguradoras no ambiente residencial ajudam muito os pais a identificar os riscos à segurança dos pequenos e tomar providências para evitá-los", lembra Luiz Carlos Gama Pinto, Diretor Executivo da Corretora de Seguros Bancorbrás.

A Corretora de Seguros Bancorbrás oferece planos de ‘Seguro Residencial com Check-up Kids’, que inova ao oferecer aos pais o mapeamento de riscos para crianças. Uma simulação mostra que com apenas R$ 1,29 ao dia ou R$ 467,50 ao ano, é possível assegurar coberturas válidas por 365 dias de R$ 300 mil para incêndio, queda de raios e explosões, R$ 5 mil para danos elétricos, R$ 5 mil para roubos e furtos, e assegurar assistência 24h de serviços de emergência (bombeiro, eletricista, encanador etc.).

"O profissional da Corretora em conjunto com os pais, orienta sobre o valor de cobertura ideal, conforme o caso, e calcula o valor do prêmio que pode ser parcelado em 4 vezes sem juros. O valor geralmente é muito baixo, comparado com os potenciais danos físicos e psicológicos que podem vir a ocorrer", afirma Luiz Carlos.

De acordo com o Ministério da Saúde do Brasil, na faixa etária de zero a nove anos, os acidentes são os grandes responsáveis por mortes e internações de meninos e meninas. Classificam-se como acidentes eventos que ocasionam trauma, tais como afogamento, sufocação, queimaduras, quedas e envenenamento. Abaixo algumas dicas do blog do Ministério da Saúde:

QUEDAS: todo o cuidado é pouco quando o assunto são as quedas. Bater com a cabeça ou pescoço pode sempre trazer consequências muito sérias, levando a criança a uma parada respiratória e/ou cardíaca, chegando até a morte. Lembre-se que as quedas podem acontecer de janelas e redes, mas também de árvores, balanços, sofás, cadeiras e mesas.

Se houver cortes na queda, limpe adequadamente, com água corrente e sabão ou soro fisiológico. Não coloque sabão dentro da ferida, mas o use para limpar a pele ao redor de onde está o ferimento aberto para evitar que a sujeira entre no machucado. Use uma gaze, se possível, para fazer a limpeza. Sempre limpando de dentro pra fora e nunca jogando a sujeira para onde está aberta a pele. O soro e a água corrente podem ser jogados na parte de cima da ferida, mas com cuidado. Se houver dúvidas no procedimento, procure uma unidade de saúde para evitar uma infecção.

TOMADAS: o perigo está em a criança colocar dentro das tomadas objetos metálicos, como pinças, grampos, chaves e etc. Esses itens ajudam a interromper o circuito de energia, causando um choque elétrico. Vale ressaltar que um choque de 220 volts, por exemplo, é muito forte para uma criança, podendo causar desde queimaduras até paradas cardíacas. É importante conversar com as crianças sobre o perigo, e tampar as tomadas.

FIOS: os fios de aparelhos domésticos soltos em casa também podem trazer alguns riscos. Quando a criança pensa em desligar algo e não consegue, a tendência dela é automaticamente puxar aquele fio. Se ela puxar e o fio não se romper, não há problema, mas não se pode tirar nenhum objeto da tomada desligando pelo fio. Se o fio se romper ou tiver descascado, a criança vai levar o mesmo choque como se tivesse introduzido um material na tomada.

TESOURAS: é bom lembrar que a criança tem uma tendência a criar, construir e desconstruir para montar algo novo. Assim como ela faz com o papel, se ela descobrir que existem outros materiais que são mais afiados e que fazem isso, como a tesoura, ela pode inocentemente cortar fios elétricos ligados na tomada, assim como corta o papel, uma toalha ou o sofá.

LAVANDERIA: como a área de serviço é mais isolada da casa, caso as crianças tenham acesso e ocorra um acidente, pode demorar muito tempo para os pais perceberem. Entre os itens mais perigosos das lavanderias estão os produtos de limpeza, que precisam sempre estar identificados e com rótulo. Crianças podem ver aquele líquido colorido dentro de uma garrafa pet, por exemplo, e pensar que é um suco ou refrigerante. Para garantir a segurança, coloque esses produtos em um lugar alto, que impeça o acesso das crianças, principalmente das menores que, automaticamente, vendo qualquer item têm a tendência de levá-los à boca. As maiores, já possuem mais noção de alguns perigos, mas colocando o material no alto, você garante que, mesmo assim, elas não corram o risco.

PISCINA: a piscina deve estar sempre coberta e o ideal é que a criança tenha uma orientação em relação a natação. Se é possível ensinar a criança a nadar, faça isso. De qualquer forma, a rede de proteção é uma ferramenta indispensável para a segurança. Ainda que a criança da casa saiba dos riscos de uma piscina e saiba nadar, uma visita, um amigo pode se machucar. Evite sempre que fiquem brinquedos no fundo da piscina. Se possível, coloque uma grade para evitar o acesso ao local.




Compartilhe esta notícia

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com