Negócios em Foco

Escolas particulares se preparam para retorno das aulas presenciais


Belo Horizonte - MG 30/06/2020 17h45

Mesmo sem data de reabertura definida, medidas de proteção para a comunidade escolar vêm sendo estruturadas por instituições de ensino particular

Fernanda Fernandes - Divulgação - SIC Santo Agostinho

A data para a volta das aulas presenciais em Belo Horizonte ainda não está definida. Esta importante informação impacta em diversas medidas que precisam ser implementadas pelas instituições de ensino particulares, de maneira a viabilizar o retorno de estudantes, professores e demais colaboradores para dentro da escola. Novas rotinas de controle, higiene e prevenção de riscos passarão a integrar a realidade das instituições de ensino, para além das transformações no âmbito pedagógico, advindas do processo de educação remota iniciado em meados de março, quando a pandemia do novo coronavírus culminou no fechamento das escolas na capital.

O esperado reencontro entre professores e alunos é uma das prioridades do Colégio Santo Agostinho, que já estrutura a retomada das aulas em suas quatro unidades: em Belo Horizonte, nos bairros Santo Agostinho e Gutierrez, em Contagem e em Nova Lima. Um grupo de trabalho, composto por uma equipe multidisciplinar de lideranças da instituição, está atuando em um plano de retorno que visa minimizar riscos para sua comunidade escolar quando for o momento de retomar as atividades presenciais. O objetivo é selecionar mecanismos de segurança sanitária e vigilância epidemiológica dentro do contexto e rotinas escolares.

Para dar robustez ao processo e garantir ainda mais a minimização de todos os riscos aos estudantes e colaboradores, o Colégio Santo Agostinho contratou a empresa global de engenharia e consultoria ambiental e de projetos Arcadis, responsável pela consultoria de gerenciamento de programas de planos de retorno para pós-pandemia de cerca de 500 câmpus de instituições de ensino nos Estados Unidos, e por projetos em desenvolvimento na China e no Reino Unido.

A consultoria, que é referência em estudos e soluções ambientais e também possui experiência internacional em consultoria de projetos para medidas de prevenção de outras doenças infecciosas, como a SARS, gripe aviária e gripe suína, atuará junto ao Colégio de forma customizada, como explica o gerente de projeto da Arcadis, Lucas Fonseca. “Desenvolvemos uma linha de possíveis soluções voltadas para a prevenção, mitigação e controle de exposições à Covid-19, as quais podem ser implementadas em diversos setores, entre eles o da educação. Para o Colégio Santo Agostinho, atuaremos na consultoria e apoio para elaboração do Plano de Prevenção e Resposta, que consiste na identificação de possíveis exposições ao COVID-19 e indicações de medidas de prevenção, mitigação e outras emergenciais, com objetivo de minimizar os riscos de exposição ao contágio pelo novo coronavírus e oferecendo o direcionamento necessário para a tomada de decisões e retomada responsável das atividades.”

O Colégio Santo Agostinho foi a primeira instituição de educação básica da América Latina a contratar a consultoria da Arcadis, que ancora sua metodologia em recomendações de órgãos internacionais, como OMS, o Center for Disease Control and Prevention (CDC - Centro de Controle e Prevenção de Doenças), agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, a OSHA (Occupational Safety and Health Administration – USA) e protocolos dos órgãos nacionais de saúde, como Anvisa e ANAMT (Associação Nacional de Medicina do Trabalho), sempre respeitando a legislação local.

Apesar de ainda em fase inicial do projeto, em etapa de levantamento e compilação de informações, rotinas e processos, Fonseca vislumbra algumas ações que podem ser sugeridas ao Colégio. “Existem diversas maneiras de fazer e soluções que podem ou não ser aplicadas, de acordo com cada realidade. Uma das principais medidas é a conscientização das famílias, pois a situação requer alterações em comportamentos e rotinas, contribuindo com todas as demais medidas de proteção”, afirma. No caso do Santo Agostinho, a Arcadis fornecerá as informações técnicas necessárias para cada unidade e grupos específicos.

O gerente do projeto destaca, também, que as medidas apresentadas serão customizadas às particularidades de cada Unidade do Colégio. “Em função de algumas realidades distintas, como número de portarias, quantidade de alunos e de salas, bem como as próprias rotinas, que podem variar entre as Unidades, é possível que tenhamos soluções diferentes em cada local”, prevê. “O Colégio, avaliará as implementações necessárias e comunicará, em momento oportuno, as diretrizes do “novo normal” em suas unidades, assim como o papel de cada um – professores, colaboradores, pais, alunos, comunidade escolar, entre outros – para que a iniciativa seja bem-sucedida”, complementa.

Outro diferencial do contrato da Arcadis com o Colégio Santo Agostinho é a assessoria técnica mensal, incluindo proposições de adequações do plano, de acordo com a evolução do projeto, publicação de novas legislações e recomendações de entidades pertinentes.

Fernanda Fernandes, Gestora de Relações Humanas da mantenedora do Colégio Santo Agostinho e integrante de grupo de trabalho dos planos de retorno, atribui a contratação da consultoria ao cuidado em preservar a saúde e segurança da comunidade escolar, valor já praticado pela Instituição mesmo antes da pandemia. “Temos ciência da responsabilidade da escola em cuidar de cada criança, jovem e colaborador que adentra nossas dependências e, por esse motivo, selecionamos/contratamos a Arcadis. A experiência global da consultoria e o fato de termos sido impactados com a Covid-19 após a passagem desta em outros países, possibilita o aprendizado com o que já deu certo em outros lugares do mundo”, finaliza.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com