Negócios em Foco

Índice de vendas de imóveis novos segue positivo no DF


09/08/2019 10h55

Em junho, o IVV médio foi de 7,6%, o segundo melhor para este período desde que a pesquisa começou em 2015

DINO

O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) de imóveis residenciais novos no Distrito Federal (DF) segue positivo, de acordo com a mais recente pesquisa que avaliou o desempenho das vendas no mês de junho. Naquele mês, o IVV médio foi de 7,6%, o segundo melhor para este período desde que a pesquisa começou em 2015. O setor imobiliário leva em conta que um IVV na casa dos 5% representa uma velocidade adequada para a venda de um empreendimento imobiliário. O maior IVV deste ano foi atingido em maio: 8,9%.

IVV DOS MÓVEIS RESIDENCIAIS

2º trimestre positivo

O desempenho do 2º trimestre de 2019 deixa os empresários do setor imobiliário otimistas: o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) de imóveis novos no Distrito Federal no 2º trimestre de 2019 foi 7,3%, superior, portanto, ao índice de 6,9% registrado no mesmo trimestre do ano passado.

As regiões do DF que apresentaram maior aceleração de vendas de unidades residenciais em junho foram: Samambaia (IVV 36,4%); Santa Maria (IVV 11,4%); ParkSul (IVV 9,9%); Noroeste (IVV 6,41%).

A pesquisa reúne informações prestadas por 30 companhias, responsáveis por 90% da oferta de imóveis novos no DF. O estudo é conduzido em parceria pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF) e pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (SINDUSCON-DF), com apoio do SEBRAE-DF. A empresa Opinião Informação Estratégica é responsável pela coleta, tabulação e análise das informações, obtidas junto às empresas que aderiram voluntariamente ao projeto.

Oferta de imóveis residenciais
Em junho, a oferta de imóveis residenciais novos e prontos para a ocupação era de 2.881 unidades, segundo as empresas participantes da pesquisa IVV. As quantidades de imóveis informadas se referem aos negociados pelas empresas associadas à ADEMI-DF participantes da pesquisa. Os percentuais informados podem ser projetados para a representação de todo o mercado imobiliário do DF. "O Distrito Federal tem quase três milhões de habitantes e a oferta de unidades novas legalizadas é baixíssima para a expressiva demanda que temos. A consequência da lei da oferta e procura pode encarecer os produtos", comenta Eduardo Aroeira Almeida, Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF).

OFERTA DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS

A média de unidades ofertadas no 2º trimestre deste ano foi de 3.154 unidades - 15% superior ao 1º trimestre de 2019, que apresentou a média de 2.744 unidades.

DADOS GERAIS DA PESQUISA IVV JUNHO 2019
A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir o ritmo dos negócios de imóveis novos residenciais e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas dos empreendedores.

VENDAS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS
As 30 empresas informaram as unidades residenciais vendidas em junho de 2019: 218 imóveis.
Valor do m² imóveis residenciais
Entre as várias informações do mercado imobiliário do DF, a pesquisa do IVV aponta a variação do preço ofertado por m² dos imóveis residenciais em cada região. Em junho, a Asa Norte registrou o maior valor de oferta: R$ 14.867,21; o mais baixo foi ofertado em Santa Maria: R$ 2.861,22.

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com