Negócios em Foco

Estudar matemática durante a pandemia pode ser muito útil


São Paulo/SP 22/06/2020 13h19

Este é o momento para os jovens estudantes se apropriarem de habilidades tão importantes contempladas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além de vivenciarem na prática o quão importante é o letramento em nossas vidas. Na leitura, se faz presente pela capacidade de compreender, usar, avaliar e refletir sobre as informações textuais, já no campo do letramento científico pressupõe a capacidade de se envolver em discussões fundamentadas sobre Ciência e Tecnologia e, em Matemática, é demonstrado pela capacidade de conjecturar, empregar e interpretar todos esses dados em uma série de contextos, o que inclui raciocinar e utilizar conceitos, procedimentos, fatos e ferramentas para descrever, explicar e prever fenômenos. Como diz o ditado chinês “saber e não fazer, ainda é não saber”.

A Matemática está em alta e em evidência nos jornais, por meio dos números, porcentagens e gráficos sobre a Covid-19. Será que a maioria dos brasileiros entendem o que realmente está por trás desses dados?

O que é mais importante sobre o número de mortes por Covid-19 em uma certa região, mostrar em valores absolutos ou sua taxa? Entenderam a diferença? Outro exemplo é mostrar que a taxa de ocupação de leitos em UTI está em 85% num dia e no outro dia caiu para 75%, o que isso significa? Menos pessoas estão ficando na UTI? Não necessariamente, pois o número de leitos pode ter aumentado. A taxa de mortes por contaminados depende diretamente da quantidade de testes, ou seja, se essa taxa diminuiu não significa, necessariamente, que menos pessoas estão morrendo. O que significa achatar a curva da pandemia? Como ela é construída? São perguntas básicas que a matemática pode e deve ajudar a explicar.

A falta de conhecimento matemático pode causar confrontos de ideias e manipulações de opiniões, de forma intencional ou não, atribuindo à muitas fake news um caráter de veracidade ou de alarmismo exacerbado sem a devida criticidade e conhecimento científico.

Voltando à premissa do primeiro parágrafo, a Matemática é de suma importância na ciência quando a utilizamos para criar modelos sobre fenômenos físicos para que possamos fazer julgamentos bem fundamentados e tomar decisões necessárias. Os estudantes, principalmente, do Ensino Médio, precisam treinar essa capacidade de interpretar e analisar com criticidade os dados veiculados na mídia, elucidando e ajudando as pessoas ao seu redor.

As funções matemáticas são modelos que ajudam na previsão e, sendo os dados variáveis, as curvas representadas pelas funções também se alteram, daí a necessidade da confiabilidade desses dados numéricos. O uso da estatística é fundamental na criação de um modelo matemático, segundo Rodney Carlos Bassanezi, professor de renome nacional e autor de vários livros sobre modelagem matemática.

Aos professores que estão dando aulas on-line é importante conectar os conteúdos com o contexto em que vivemos, sejam pessoal, ocupacional, social ou científico. O engajamento dos estudantes está ligado diretamente ao apoio de seus mestres, ajudando-os nas pesquisas e todo processo científico para a obtenção de resultados sólidos, transparentes e conclusivos.

O que não podemos fazer é fechar os olhos e fingir que o problema está fora de casa. Já imaginou professores fazendo trabalhos interdisciplinares, envolvendo pesquisa sobre o vírus, construindo tabelas e gráficos? Abrindo discussões com professores de História, Geografia, Biologia, Física, entre outros? Dados não faltam no mundo da internet. E depois tudo isso sendo replicado nas famílias de cada estudante? Seria maravilhoso. Enfim, caro leitor, sem entender a Matemática tudo fica mais difícil.

*Sandro Yoshio Kuriyama é docente do Curso Avançado de Matemática do Colégio Marista Arquidiocesano, localizado em São Paulo (SP).


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com