Negócios em Foco

AECOESP participa da comemoração do 4º aniversário da Pública


São Paulo 05/08/2019 15h06

Sylvio Micelli e Cláudio Leopodino, respectivamente presidente e 1º secretário da AECOESP, participaram do primeiro evento em comemoração ao quarto aniversário da Pública Central do Servidor.

DINO

Dando início às comemorações de quatro anos de fundação, a serem completados no próximo dia 10, a Pública - Central do Servidor realizou, em 2 de agosto, um debate sobre a aprovação da PEC 6/19, em primeiro turno na Câmara, que trata sobre a Reforma da Previdência. O evento ocorreu no Plenário Paulo Kobayashi da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, numa iniciativa do deputado estadual Carlos Giannazi.

José Gozze, presidente da Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo (Fespesp) e também da Central, deu início aos trabalhos fazendo uma breve apresentação do que é a Pública e qual foi sua atuação nestes quatro anos. Falou da importância da união dos servidores para que haja fortalecimento de todas as categorias do funcionalismo.

Em seguida, o jornalista Antonio Augusto de Queiroz, o Toninho do Diap , fez longa análise dos pontos aprovados no 1º turno, dos prejuízos que isso traz aos servidores e aos trabalhadores em geral e fez projeções sobre a tramitação da proposta em 2º turno na Câmara, o que já deve ocorrer na próxima semana e o trabalho que deve ser feito no Senado Federal.

O presidente da Associação dos Escreventes Técnicos Judiciários do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (AECOESP), Sylvio Micelli pronunciou-se sobre a inclusão ou não de estados e municípios na proposta, algo que não foi aprovado em 1º turno, mas que pode voltar no Senado Federal e também fez críticas aos projetos de lei que pretendem derrubar a estabilidade do funcionário público.

"Nós, que já temos um tempo de casa vivemos uma época em que o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo chegou a fazer uma avaliação de seus servidores. Entretanto, sendo por meio de critérios subjetivos, esta avaliação estava muito mais baseada no fator amizade com os superiores hierárquicos, que propriamente em competência", afirmou Micelli

O presidente da AECOESP perguntou ao palestrante sua opinião sobre a questão de estados e municípios, "o que era menos ruim para o funcionalismo" e Queiroz respondeu que, "o que for possível postergar até para uma avalição do que virá a acontecer com os federais é o ideal".

Além de Sylvio Micelli, a AECOESP também esteve representada pelo seu 1º Secretário, Claudio Leopoldino.

O encontro teve presenças de diversas lideranças das várias categorias do estado de São Paulo e contou, também, com a presença de diretores da Pública vindos de Minas Gerais, Ceará e Rio Grande do Sul.

O programa de TV "Cidadania & Serviço Público" da Fespesp apresentará em futuras edições, os principais momentos do debate.

LEGENDA: Sylvio Micelli, presidente da AECOESP, se pronuncia na solenidade comemorativa ao quarto aniversário da Pública, na Alesp

ASCOM AECOESP


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com