Negócios em Foco

História de Sucesso - Jovens criam Startup de assistência técnica de celulares e viram modelo inovador de franquia


São Paulo, SP 21/08/2019 10h33

Ajudando um amigo, empreendedor decide transformar um pequeno negócio em uma startup para conserto de smartphones e fatura mais de R$80 mil por mês nos primeiros 6 meses de operação.

Franquia de assistência técnica de celulares - https://conserta.me

Em 2016, durante uma festa de aniversário na chácara de um amigo em uma cidade do interior de São Paulo, Rafael tem a tela do iPhone quebrada ao deixar cair o aparelho em cima de uma pedra decorativa do local, tornando impossível visualizar qualquer coisa na tela do smartphone.

Era uma sexta-feira à noite e ele precisava retornar à capital pra uma reunião na manhã de sábado e para isso dependia do GPS do iPhone e por conta da difícil localização da chácara e o horário, a tela do celular quebrada seria um problema, relata Rafael Lobbo.

A solução veio de um amigo que estava no evento e trabalhava com assistência técnica de iPhones e por sorte tinha seu kit de reparo no carro e algumas telas originais de iPhone. Em menos de 30 minutos a tela do celular já havia sido trocada e estava funcionando perfeitamente.

A disponibilidade de consertar o celular ali no local e a velocidade na troca da tela mediante a uma necessidade emergencial despertou o interesse e o fez imaginar que outras pessoas pudessem deixar de efetuar o reparo no celular pela dificuldade de deslocamento ou mesmo o agito cotidiano e resolveu então, junto a este amigo oferecer o serviço de reparo rápido em celulares levando o técnico até o local do cliente e efetuando toda a assistência direto no cliente.

 

O início da Assistência técnica iPhone da Conserta.me

Com um baixo investimento, contando apenas com uma moto e estoque mínimo das principais peças de reposição como, telas e baterias para os modelos de iPhone de maior saída e um pequeno escritório improvisado dentro de uma das empresas de Rafael, inicia-se a Assistência Técnica Conserta.me, que com apenas 3 meses de operação já se via expandindo, contratando novos técnicos especializados na manutenção de celulares.

Em processo de expansão, no ano de 2018 a Conserta.me ganha um novo sócio, Alexandre Poseddon. Especialista em desenvolvimento de empresas com base em inovação e marketing digital, Alexandre traz a ideia de transformar o negócio em um modelo de startup, criando núcleos de assistência técnica de smartphones por região na cidade de São Paulo, ampliando assim o raio de atuação sem perder a essência inicial de disponibilidade e rapidez. Os núcleos contam com profissionais especializados em cada defeito do celular como, troca de tela, troca de bateria do iPhone, falhas no WiFi, troca de botões e saída de áudio por exemplo.

Transformada em Startup, a Conserta.me passou de um pequeno negócio para um negócio altamente lucrativo e passível de expansão, gerando interesse em um mercado em constante crescimento, o de microfranquias, ao qual os sócios criaram o projeto de franqueabilidade e iniciaram a comercialização em fevereiro de 2019, criando assim a microfranquia de sucesso, Conserta.me.

Um modelo de franquia barata e fácil de operar, podendo o franqueado operar o negócio da sua própria casa e obtendo uma receita de até R$30 mil por mês com um investimento muito pequeno e no mercado de assistência técnica de celulares que só cresce no Brasil.

 

Com preços maiores, mercado de smartphones impulsiona setor de serviços de reparo

A Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), aponta que em 2018 foram contabilizados mais de 236 milhões de celulares ativos no Brasil, número superior ao da população brasileira atua, segundo o IBGE demonstrando a existência de mais de um smartphone por habitante em território tupiniquim.

De acordo com relatório Brazil Mobile Phone Tracker, foram vendidos no primeiro trimestre de 2019, o total de 10.7 milhões de smartphones, número 6% inferior ao mesmo período de 2018, porém a receita gerada teve um crescimento de 8% frente ao ano anterior, totalizando R$ 13.7 milhões de reais em vendas.

O Analista da IDC Brazil, Renato Meireles afirma: “O mercado brasileiro de smartphones é diferente, a receita cresceu apesar do volume de vendas ter caído”, em referência aos dados do relatório Brazil Mobile Phone Tracker. De acordo com o relatório, foram vendidos no primeiro trimestre de 2019, o total de 10.7 milhões de smartphones no Brasil, número 6% inferior ao mesmo período de 2018, porém a receita gerada teve um crescimento de 8% frente ao ano anterior, totalizando R$ 13.7 milhões de reais em vendas neste trimestre.

 

Assistência Técnica para Celulares em alta no Brasil

Com preços de smartphones maiores, o brasileiro tem procurado mais por serviços de assistência técnica de celulares e mantido seus modelos por mais tempo. Esta mudança no hábito fez crescer ainda mais o modelo de assistência técnica no Brasil, em especial nos serviços de troca de telas quebradas ou reparo de celulares danificados por água, ambos serviços não cobertos em garantia.

 

Lilith M. Angel – Redatora Vixus Marketing


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com