Negócios em Foco

Fim da vigência dos planos emergenciais o governo deve gerar demissões e encerramento de negócios


são paulo - sp 05/10/2020 15h53

Setores como turismo, eventos e prestação de serviços serão os mais afetados, diz Marcos Poliszezuk, sócio-fundador do escritório Zanão e Poliszezuk Advogados

Marcos Poliszezuk, sócio-fundador do escritório Zanão e Poliszezuk Advogados - Divulgação

O mercado de trabalho será duramente afetado com o fim da vigência dos programas emergenciais relacionados à manutenção do emprego sancionadas pelo governo federal. Setores como turismo, eventos, prestação de serviços e economia em geral vão sofrer impactos severos”. A afirmação é de Marcos Poliszezuk, sócio-fundador do escritório Zanão e Poliszezuk Advogados, ao comentar sobre o levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas.

A sondagem indica que entre as empresas prestadoras de serviço que adotaram algum tipo de medida para preservar o emprego durante a pandemia, como redução de jornada e salário ou suspensão temporária de contrato, 55% dizem que vão fechar ou não conseguirão assumir totalmente a folha de pagamento.

Segundo o advogado, nesses casos, é muito provável que esta massa de desempregados que será produzida migre para o empreendedorismo, uma vez que a escassez de emprego tende a aumentar. Não por acaso, é provável que estes trabalhadores também passem a trabalhar de forma autônoma, sem vínculo de emprego por meio dos inúmeros aplicativos hoje existentes que possibilitem uma renda extra sem os encargos trabalhistas.

Por outro lado, Poliszezuk diz que, considerando a situação atual, é compreensivo entender a atitude dos empregadores. “Os empresários precisam arcar com diversos curtos e para evitar que não honrem seus compromissos, a tendência é que encerrem seus negócios e demitam”, diz

Outra possibilidade para os empregadores será a utilização de outras formas de trabalho, como o contrato intermitente, o contrato por prazo determinado ou a tempo parcial e, também, em determinadas situações, a contratação de mão de obra autônoma, inclusive com a terceirização dos serviços menos estratégicos.

**** Para falar mais sobre o assunto, o especialista está à disposição para entrevistas.

Sobre o escritório

O escritório de advogados associados Zanão e Poliszezuk Advogados (http://zp.adv.br/) foi fundado na capital paulista em 1999 por Fábio Lemos Zanão e Marcos Vinicius Poliszezuk. Atua nas áreas de Direito do Trabalho, Contencioso Cível e Comercial, Ambiental, Contratual, Tributário e Imobiliário, primando pelo atendimento personalizado de cada cliente. Em Direito do Trabalho, conta com diferencial marcado por cases de sucesso em Direito Coletivo do Trabalho.

Com uma carteira de clientes formada por sindicatos, empresas e indústrias, o Escritório tem presença no mercado pautada por valores como ética, excelência e respeito ao cliente, em uma atividade dirigida à transparência e confidencialidade com profissionais do Direito altamente qualificados e dinâmicos.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com