Negócios em Foco

Empresa de chá investe em reconhecimento e leva consultores para cruzeiro de 8 dias pela Europa


Grécia 04/10/2019 08h27

Viagem é estratégia para motivar por mais resultados e estimular os outros consultores para estarem nos próximos cruzeiros

Jeferson e Isabela fazem a sua primeira viagem internacional - Fábio Guedes

Quando começou a oferecer chá para vender aos seus colegas de trabalho, o programador de softwares Jeferson Braz não conseguiu evitar as gozações que surgiram por essa sua nova atividade.

“Eles não entendiam como alguém que tinha estudado tanto agora estava vendendo chá. Mas eu via aquilo como o início de um negócio próprio que poderia me render muitos outros frutos no futuro”, afirma Braz.

Hoje ele está entre os 24 consultores que ganharam um cruzeiro pela Europa no navio MSC Sinfonia, em reconhecimento ao seu trabalho ao lado da esposa Isabela Almeida.

A viagem teve início no dia 26 de setembro e vai até 6 de outubro, com direito a paradas em ilhas gregas, Croácia, Veneza e Roma.

O CEO da Maravilhas da Terra, Martinelly Santos, explica que o objetivo vai muito além da premiação aos consultores.

Ao reunir todos num navio por uma semana inteira, a empresa cria o ambiente ideal para reforçar o seu propósito, fortalecer o vínculo entre eles e inspirar as outras pessoas a também se esforçarem para conquistarem o direito de estar nas próximas viagens.

“De todos que estão aqui no cruzeiro, 90% nunca tinham saído do Brasil antes de se associarem à nossa empresa. Então as pessoas que não vieram passam a perceber que é possível realizar este sonho e não medem esforços para conseguir isso. No final, todos ganhamos juntos”, diz Santos.

Reconhecimento, um mercado multimilionário

As viagens de reconhecimento são velhas conhecidas do universo empresarial. Grandes empresas como Unilever, Coca-Cola e Itaú se utilizam há décadas dessa estratégia para estimular os seus colaboradores a aumentarem seus resultados de maneira natural e espontânea.

Isso ajudou a criar um novo nicho multimilionário dentro do segmento de turismo e empresas como CVC e Top Service se especializaram em criar pacotes específicos para esses grupos.

A Maravilhas da Terra, por exemplo, pretende oferecer viagens de reconhecimento a mais de mil consultores em 2020. Entre os próximos destinos já confirmados pela empresa estão Dubai, cruzeiro no Brasil, Bariloche, Cancun, Paris e Israel.

“Nós poderíamos oferecer um bônus financeiro, mas não teria o mesmo apelo da experiência proporcionada pela viagem. Por isso, seguiremos investindo forte nessa estratégia, pois os resultados aparecem na forma de consultores mais produtivos, alinhados com a nossa visão e capazes de inspirar as suas equipes a irem, literalmente, mais longe”, afirma Martinelly Santos.

Quem pode participar?

No mercado tradicional, costumam se habilitar às premiações os funcionários com melhor desempenho em vendas e alcance de metas.

Já em empresas como a Maravilhas da Terra os consultores trabalham de forma independente e têm, basicamente, duas formas de ganho: comercialização dos produtos e construção de equipes.

Por isso, obrigatoriamente, só pode se associar à empresa quem chega através de um consultor. “Eles são o nosso grande canal de vendas e ainda fazem o melhor marketing que existe, que é o boca a boca. Então nada mais justo que todos os ganhos da empresa passem antes pelas mãos dos nossos consultores”, afirma Neil Campos, presidente da Maravilhas da Terra.

Para se associar à empresa, é preciso fazer um investimento inicial de R$ 47,90 num kit de acesso e realizar um primeiro pedido de chás e produtos naturais no valor de R$ 200. Os produtos podem ser comercializados com uma margem de 100% de lucro.

A partir daí, o consultor já se habilita a comercializar os mais de 30 itens da empresa e a ganhar uma porcentagem de todas as pessoas que recrutar para o negócio. E também das pessoas trazidas pela sua equipe, sucessivamente.

Ganham as viagens e outros reconhecimentos aqueles que baterem as metas determinadas pela empresa.

“É um negócio democrático, pois ganha aquele que produzir mais e ponto final. Aqui nessa viagem, por exemplo, temos técnica de enfermagem, caminhoneiro, professora aposentada, ex-mecânico, empresários de outros ramos e até mesmo donas de casa”, afirma Martinelly Santos.

 

No caso de quem não conhece um consultor para se associar à empresa, ele recomenda que busque através das mídias sociais com a hastag #maravilhasdaterra


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com