Negócios em Foco

Cibersegurança e o trabalho remoto


São Paulo 03/06/2020 17h52

A transição para o home office surgiu como uma ótima alternativa para superar a crise, mas trouxe para o debate questões importantes de cibersegurança e suporte tecnológico

Por Renato Halt

No início de março, os primeiros casos de COVID-19 foram identificados no Brasil. Desde então, autoridades e setores governamentais buscaram soluções e medidas cabíveis para combates os efeitos provocados pela disseminação do vírus. Entre as implementações, a quarentena temporária se mostrou eficiente e continua vigente em grande parte dos estados nacionais, expondo a necessidade de empresas transportarem suas atividades para um outro modelo de trabalho: o home office. Com isso, é praticamente impossível não levantar a urgência de se debater o papel da cibersegurança para a integridade de informações compartilhadas e armazenadas.

Para se ter uma dimensão, em solo nacional, somente no ano passado, segundo uma pesquisa publicada pela Fortinet Threat Intelligence Insider Latin America, foram registradas cerca de 24 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos, configurando uma média de 65 milhões ao dia. Trata-se de uma realidade extremamente desfavorável, que exige um olhar estratégico por parte dos gestores.

Cibersegurança é componente indispensável

Com a necessidade de se mover sistemas de trabalho para o ambiente remoto, a fim de corresponder às demandas do isolamento social, informações que antes eram transportadas e gerenciadas em um local consolidado, terão de se adaptar às engrenagens digitais. Isso significa adentrar um espaço prático e de fácil acesso, mas suscetível a ataques e ameaças virtuais cujo nível de prejuízo é incalculável. Nesse caminho, a cibersegurança protagoniza um papel estratégico.

Dados são objetos de valor. Em breve, o cuidado com o uso e armazenamento de conteúdos pessoais, por exemplo, terá de estar de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), nova legislação que apesar de postergada, tem perspectiva de entrar em vigor dentro de um pequeno prazo de tempo. Ignorar a segurança informacional não é só flertar com o vazamento de informações sigilosas, mas a possibilidade de sofrer com punições fiscais de dimensões elevadas, colocando a saúde financeira da organização em risco. E um dos primeiros passos para implementar uma cultura interna orientada à cibersegurança está no próximo e último tópico.

O trunfo do ERP e seu impacto para o home office

A adoção de sistemas de gestão empresarial tem conquistado cada vez mais prestígio junto a empresas de grande, médio e pequeno porte. Em tempos tão adversos, sua importância se evidencia no imediatismo de se lidar com uma grande quantidade de dados de forma segura e simplificada. Partindo do pressuposto de que através da automação, essas informações serão redirecionadas para bancos digitais, integradas e preservadas pela assertividade da máquina, minimiza-se a possibilidade de erros críticos ocorrerem.

Tão importante quanto assegurar meios para que as equipes permaneçam alinhadas, em prol da produtividade e o engajamento de todos, é sustentar um cenário empresarial no qual se comporte uma conformidade sólida com o que se espera em termos de segurança e uso responsável dos dados. As consequências da pandemia que vivemos estão lançadas, cabendo às figuras de liderança a missão de encontrar soluções eficientes e que priorizem a valorização do profissional acima de qualquer coisa.

Como sua empresa está passando por esse período de quarentena temporária? Participe do debate e faça essa reflexão!

*Renato Halt é Co-Founder da b2finance e Head of SAP Business One. Presente no mercado há mais de 25 anos, a empresa faz parte do canal SAP e apresenta vasta experiência em Outsourcing, promovendo serviços Contábeis, Financeiros, Fiscais, Folha de Pagamento e Tecnologia da Informação. Com experiência em Processos de Auditoria, Controles Internos, Advisory, Due Dilligence, Planejamento Tributário, Compliance, Implantação de ERP e Soluções de IT, aplica em todas as suas operações tecnologia de ponta e compliance. A b2finance apresenta-se ao mercado com a proposta de ser uma extensão de seus clientes, buscando alternativas para os negócios empresariais com uma visão simples e objetiva para que seus clientes possam se dedicar exclusivamente aos negócios. Atualmente possui escritórios em São Paulo (Barra Funda, Campinas, Bauru, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto), Rio de Janeiro e Curitiba.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com